Estradas esburacadas, obras inacabadas e municípios sem acesso: o que espera o novo secretário de transportes

Compartilhe!

O deputado Juvir Costela (MDB) assumirá em janeiro a pasta estadual dos Transportes. O medebista está ciente do desafio que o espera: obras que começaram há anos e ainda estão inacabadas, municípios sem acessos asfálticos e estradas deterioradas de buracos são alguns dos problemas que Juvir terá que lidar. Todos esses casos são da região das Missões, como a ERS 168, entre Bossoroca e Santiago, que está intransitável, o asfalto da ERS 165, entre São Luiz Gonzaga e Rolador que nunca termina e as cidades com acesso da estrada de chão, como Garruchos e Pirapó.

Em entrevista ao programa Jornal da Manhã, ele explicou que sabe da sua responsabilidade na secretaria, uma das mais complexas do estado. “Sei da tamanha responsabilidade de cuidar da logística”, ressaltou.

O novo secretário assegurou que vai trabalhar para evitar o desperdício de dinheiro público. “O dinheiro do cidadão e contribuinte não pode ir pelo ralo como às vezes acontece”, explicou. Ele afirmou que vai se esforçar para concluir as obras já iniciadas, como é o caso da ERS 165, entre São Luiz Gonzaga e Rolador.

Costela argumentou que irá pessoalmente fazer no início do ano uma vistoria nas obras e empresas que executam os serviços. Juvir destacou que irá verificar as razões de obras estarem inacabadas ou paradas. “Tem que ter início, meio e fim”, afirmou.  Sobre os acessos municipais, avalia a situação como desumana. Ele pontuou que tentará resolver os problemas.

Ouça a entrevista do futuro secretário

Autora: Amanda Lima

Fonte: Rádio Missioneira