Garruchos: dados mostram o prejuízo em não ter acesso asfáltico - Rádio Missioneira - São Luiz Gonzaga - RS
55.99986.2313 (55) 3352-4141

PREVISÃO DO TEMPO

São Luiz Gonzaga
16 de dezembro de 2018
55.99986.2313 (55) 3352-4141

Garruchos: dados mostram o prejuízo em não ter acesso asfáltico

Foto: Divulgação/STR
16 de dezembro de 2018 l 14:53
Materia atualizada: 06/01/2019 l 18:34




Compartilhe!

O povo de Garruchos está distante 60km de uma estrada em condições para sair do município. A luta por asfalto se confunde com a história da pequena cidade, onde as pessoas são iludidas que terão o asfalto e nada até hoje. Na semana passada, lideranças do município decidiram colocar no papel o que representa não ter asfalto e o quão seria diferente o desenvolvimento de Garruchos se a demanda básica fosse atendida. O documento foi base de uma monção, assinada pelo prefeito e vereadores, para ser entregue ao novo governador, Eduardo Leite.

O povo de Garruchos

A população em 2018 é de 2.963 habitantes. Em 2010 eram 3.234, dado que compra o esvaziamento causado pelo não desenvolvimento. Além da distância e acesso difícil, o município tem pouca oferta de emprego, o que obriga jovens a buscarem oportunidades em outros locais. A falta de emprego é explicada pelo desinteresse de empresas se instalarem no município, por causa do difícil acesso.

Não há ensino superior ou técnico, o que também é fator predominante para a população deixar o município. Hoje, os que ainda residem, enfrentam 120km de estrada de chão diariamente para estudar em São Luiz Gonzaga. Sofrem o desgaste físico da viagem e a prefeitura gasta R$ 139.341,08 com manutenções constantes nos veículos. O mesmo ocorre com outros carros oficiais da prefeitura. Na saúde, por exemplo, conforme relatório de gastos a totalizou R$ 120.082,52 em 2017.

Belezas naturais

Com 803,736 km2 de área da unidade territorial , faz fronteira fluvial com as províncias de Corrientes e Missiones na Argentina. É banhado pelas águas do Rio Uruguai com 80km de costa. O local é considerado um dos melhores pontos do rio para pesca.  Uma das localidades é o Barreiro, que tem água mineral e barro medicinal, que atraem turistas de toda a região.

Leia mais sobre infraestrutura na região

ERS 165: asfalto que derrete, demora nas obras e continuidade só em 2019

Ampliação do aeroporto regional: assinada autorização para elaboração de projeto

 

A economia

O município abriga duas conversoras de energia elétrica, um complexo estratégico para a integração energética do Mercosul, responsável por converter e transmitir energia do Brasil para a Argentina, e vice-versa. A administração é da Enel Cien, que integra o Sistema Interligado Nacional (SIN), formado pelas estações de interconexão energética Garabi I e II. São  quatro linhas de transmissão que somam cerca de 730 quilômetros. A Enel Cien é responsável por converter e transmitir energia do Brasil (que opera em frequência de 60 hertz) para a Argentina (frequência de 50 hertz), e vice-versa, possibilitando a integração energética do Mercosul.

Garruchos se destaca na agropecuária com expressivo número na geração de grãos, especialmente soja, arroz, trigo e milho. Sua produção está entre as maiores do Rio Grande do Sul. Segundo dados constantes no Relatório do Setor de ICMS do Município de Garruchos, o total de produtos vendidos no ano de 2017 foi de R$ 54.625.101,75.

A maior parte dos grãos é entregue nas unidades da Coopatrigo (duas próximo ao município). Segundo o gerente Jocelmo Caetano, o valor do frete para o município é em média 20% mais caro que para as outras unidades da cooperativa. Segundo o gerente, as transportadoras não gostam de carregar pelas condições de acesso. É comum que algumas se recusem a carregar a produção devido às dificuldades de trafegabilidade da ERS-176, que ocasionam prejuízos com a manutenção dos caminhões. Em caso de chuvas ficam até dois dias sem poder trafegar.

Em 2017 foram produzidas 753mil sacas de soja, enquanto neste ano o valor soma 806 mil sacas. No trigo os valores são 292 mil ano passado e 226 neste ano. No caso do arroz, em 2017 foram 76 mil sacas. A projeção deste ano é a mesma. Sobre o milho, foram 753 mil em 2017 e 806 mil neste ano. Em relação aos animais, o rebanho atual é de 56.264 bovinos, 539 suínos, 7.972 ovinos e 1.512 equinos.

Desenvolvimento de Garruchos

As principais estratégias para modificar a realidade atual incluem educação de qualidade, oportunidade de trabalho, melhorias na infraestrutura – habitação, saúde, energia elétrica e comunicação. As lideranças querem que o município seja um local melhor para se viver com condições de vida adequadas para todos.

Autora: Amanda Lima

Fonte: Rádio Missioneira


Copyright 2018 ® - Todos os direitos reservados