Presidente da Expo São Luiz comenta como foi processo de escolha dos shows - Rádio MissioneiraRádio Missioneira
55.99986.2313 (55) 3352-4141

PREVISÃO DO TEMPO

São Luiz Gonzaga
7 de dezembro de 2018
55.99986.2313 (55) 3352-4141

Presidente da Expo São Luiz comenta como foi processo de escolha dos shows

Foto: Nivaldo Maciel/Rádio Missioneira
7 de dezembro de 2018 l 15:54
Materia atualizada: 07/12/2018 l 15:58

Segundo Luiz Oneide Nonemacher, proposta é de uma feira acessível às pessoas





Compartilhe!

A comunidade conheceu ontem os shows que serão as atrações da Expo São Luiz 2019.  O anúncio foi realizado em coletiva de imprensa pelo presidente Luiz Oneide Nonemacher. Em entrevista ao programa Jornal da Manhã de hoje, ele comentou sobre como foi o processo de escolha dos shows e contou outras novidades sobre a feira, marcada para a primeira semana de outubro do próximo ano.

Segundo Oneide, não é possível agradar a todas as pessoas. Os nomes dos shows geraram críticas da população. Ele explicou que a principal limitação é a financeira, já que existe pouco orçamento disponível para contratação, e em geral, são atrações caras. O presidente chegou a responder críticas nas redes sociais, mas foi orientado a não prolongar as discussões e seguir as conversas com quem apóia o evento.

Além dos shows de renome nacional, como Fernando e Sorocaba e Rio Negro e Solimões, a proposta da Expo São Luiz valorizar artistas locais e regionais. Por isso, Mano Lima foi escolhido para a primeira noite, que terá acesso gratuito no parque. Na quinta, o são-luizense Thiago, que faz dupla com o artista Dé, irão se apresentar. Para fechar a feira, Jorge Guedes e Família subirão ao palco domingo. Os artistas iriam se apresentar em 2017, mas devido ao temporal que atingiu o parque domingo, a feira terminou antecipadamente. Sobre as duplas conhecidas em todo o país, afirmou que os artistas são bons e lançam novos trabalhos com freqüência.

Conforme o presidente, o principal objetivo é que o evento seja acessível à comunidade. Será mantida a entrada gratuita na quarta. Nos demais dias, o acesso será cobrado a partir das 18h.

Em relação à comercialização de passaportes, Luiz informou que haverá valores de todos os tipos. Na arena de shows, além dos camarotes, será criado o backstage, um espaço nobre mais perto dos artistas. Para os camarotes, já existe lista de espera e mais pessoas interessadas após o anúncio de ontem.

Sobre os espaços comerciais, a equipe de voluntários vai fazer um roteiro de visita aos empresários, para convidá-los a participar da feira. Será oferecido o parcelamento em oito vezes para pagar o espaço.

Outra iniciativa de Oneide é aumentar a participação de produtores e empresas de São Luiz Gonzaga. Está sendo planejado em pavilhão específico para essa finalidade. O projeto foi criado de forma voluntária pelo arquiteto Kelvin Kleunubing.

O presidente também vai buscar parceria com prefeitos da região. Em janeiro, eles serão visitados pessoalmente pela comissão. A proposta da feira é que as prefeituras contribuam com o transporte até o parque. Já o lanche na feira será pago pela Expo São Luiz. Conforme Oneide, é importante a presença das crianças, principalmente as do interior, na visita ao evento.

Autora: Amanda Lima

Fonte: Rádio Missioneira

 


Copyright 2018 ® - Todos os direitos reservados