PF cumpre mandado de prisão em investigação de abuso sexual contra crianças e adolescentes em Santo Ângelo - Rádio Missioneira - São Luiz Gonzaga - RS
55.99986.2313 (55) 3352-4141

PREVISÃO DO TEMPO

São Luiz Gonzaga
8 de outubro de 2014
55.99986.2313 (55) 3352-4141

PF cumpre mandado de prisão em investigação de abuso sexual contra crianças e adolescentes em Santo Ângelo

8 de outubro de 2014 l 14:00
Materia atualizada: 08/10/2014 l 14:00




Compartilhe!

A Polícia Federal cumpriu nesta quarta-feira, 8 de outubro, mandados de prisão preventiva e de busca e apreensão decretados pela Justiça Federal contra morador de Santo Ângelo identificado como autor de crimes sexuais contra crianças e adolescentes.

Com a utilização de programas de bate-papo e redes sociais, o investigado, de 23 anos, mantinha diálogos de conteúdo impróprio com suas vítimas e, por meio da câmera acoplada ao computador de seus interlocutores, captava cenas de exibição explícita de crianças e adolescentes.

As investigações foram iniciadas por denúncia partida de mães de um grupo de meninos de 11 anos que procuraram a Polícia Federal em Santo Ângelo após terem percebido que seus filhos estariam sendo vítimas de assédio sexual através da internet.

Fazendo uso de perfis falsos, que facilitavam o convencimento da vítima e algumas vezes de sua própria identidade, aproveitando-se da condição de proximidade e confiança gerada pelo seu exercício profissional, o investigado obteve imagens em que adolescentes mostravam suas genitálias.

Após ter obtido o material via programa de bate-papo com uso de vídeo, o criminoso armazenou as imagens envolvendo diversos meninos entre 11 e 16 anos em situações pornográficas, até mesmo em duplas, incluindo exposição de genitais, masturbação e inserção de objetos no ânus.

Perícia técnica nos equipamentos eletrônicos apreendidos no dormitório e na casa do criminoso recuperaram arquivos apagados que continham as cenas de pedofilia.

A Polícia Federal orienta pais e responsáveis legais para que fiscalizem e acompanhem atentamente o conteúdo de postagens, trocas de mensagens, interações virtuais, uso de aplicativos e qualquer utilização por menores de aparelhos eletrônicos que acessam a internet, uma vez que os criminosos estão atentos à vulnerabilidade causada pela falta de vigilância dos responsáveis. Eventual exposição indevida causa efeitos permanentes porque uma vez postadas ou transmitidas as imagens saem do controle de seu emissor e caem em domínio público. Portanto, a vigilância constante é a única forma de prevenção.


Copyright 2018 ® - Todos os direitos reservados