Visita do Papa Francisco à região das Missões volta a ser discutida

Compartilhe!

Novo convite deverá ser enviado ao jesuíta. Pontífice sinalizou, em recente entrevista, que inclui o Sul do Brasil em um futuro roteiro pela América do Sul

As tratativas para que o Papa Francisco visite a região das Missões voltaram a ser discutidas neste mês de abril. Conforme o coordenador do Grande Projeto Missões, Alvaro Theisen, em entrevista à Rádio Missioneira nesta quarta-feira (21) o assunto foi trabalhado pela comitiva de representantes do Detur/Funmissões, liderada pelo prefeito José Roberto de São Miguel das Missões, que esteve reunida no dia 13 de abril em Porto Alegre com as principais autoridades estaduais da área do turismo.

O Papa Francisco, que é jesuíta, sinalizou, em entrevista à Rádio Vaticano, logo após desembarcar da viagem apostólica que realizou ao Iraque em março, que está incluindo o Sul do Brasil em um possível próximo roteiro pela América do Sul.

Conforme Alvaro, em 2020, a Associação dos Municípios das Missões já havia enviado um oficio à Santa Sé convidando o Pontífice a visitar a região missioneira. O objetivo, agora, é reforçar o convite. Ficou acordado com a comitiva que o secretário estadual de Turismo, Ronaldo Santini, deverá solicitar que o governador Eduardo Leite e o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Gabriel Souza, emitam uma nova carta, oficializando o convite por parte do estado do Rio Grande Sul ao Papa.

A visita de Francisco à região das Missões é vista como uma oportunidade de alavancar o turismo. As viagens apostólicas dos papas são acompanhadas pela imprensa mundial, o que destacaria as Missões. Além de abrigar as ruínas de quatro reduções jesuíticas-guarani, a região é a terra de três santos da igreja católica: Roque Gonzales, Afonso Rodrigues e João de Castilho.

Rádio Missioneira