Rádio Online

Clique e confira

(55) 3352-4141

Fale conosco!

Rua Júlio de Castilhos 2236, Centro, São Luiz Gonzaga, RS

Vereadora Ana Barros explica sua contrariedade ao pagamento de honorários advocatícios de sucumbência aos advogados do município

Compartilhe!

“Não há condições de começar uma correção lá em cima. Há outros profissionais necessitando com mais urgência”, disse a vereadora

A Câmara de Vereadores de São Luiz Gonzaga aprovou por maioria, na Sessão Ordinária de segunda-feira (27), com dois votos contrários de Ana Barros e José Luiz Terra Vieira, o Projeto de Lei que dispõe sobre o pagamento de honorários advocatícios de sucumbência aos advogados públicos nas causas em que for parte o Município de São Luiz Gonzaga.

A vereadora Ana Barros explica que os honorários advocatícios de sucumbência são valores fixados pelo juiz da causa em benefício do advogado da parte vencedora do processo. Segundo Ana, a Prefeitura Municipal tem em seu quadro dois advogados concursados e quatro através de cargos de confiança e recebia, até então, valores quando as causas eram ganhas.

Com a PL, Ana Barros afirma que os valores deixam de ser repassados a Prefeitura e passam a ser dos advogados. Ela se mostrou contrária à está medida ao salientar o fato de que outros profissionais, principalmente da área da saúde, necessitariam muito mais urgentemente de reajustes.

Relembrou o fato de que muitos trabalhadores da linha de frente enfrentaram a pandemia de uma doença altamente contagiosa sem receber insalubridade.

“Não há condições de começar uma correção lá em cima. Há outros profissionais necessitando com mais urgência”, concluiu a vereadora.

Rádio Missioneira