Vereador Reni acredita que projeto de criação de agentes de trânsito pode retornar ao Legislativo - Rádio Missioneira - São Luiz Gonzaga - RS
55.99986.2313 (55) 3352-4141

PREVISÃO DO TEMPO

São Luiz Gonzaga
3 de abril de 2019
55.99986.2313 (55) 3352-4141

Vereador Reni acredita que projeto de criação de agentes de trânsito pode retornar ao Legislativo

Vereador Reni é presidente da Comissão de Constituição e Justiça, que analisa a legalidade dos projetos enviados ao Legislativo. Foto: Nivaldo Maciel/Rádio Missioneira
3 de abril de 2019 l 15:30
Materia atualizada: 04/04/2019 l 13:52




Compartilhe!
  • 21
    Shares

Os dois projetos enviados à Câmara de Vereadores de São Luiz Gonzaga que mais repercutiram no início do ano ainda estão por aguardar um desfecho. Entrevistado no programa Jornal da Manhã desta quarta-feira, o vereador Reni Rodrigues Lopes (MDB), que também é presidente da comissão de Constituição e Justiça da Câmara, falou sobre o futuro dos projetos de regulamentação do horário do comércio e de criação do cargo de agente de trânsito.

Baixado para comissão especial, da qual Reni é integrante, o projeto do novo horário do comércio depende do acerto entre as partes interessadas para seguir “vivo”. Segundo Reni, do jeito que o projeto está, a chance de ser rejeitado é muito alta, uma vez que há bastante contradição em torno do mesmo.

Nesta semana os vereadores realizaram a primeira reunião para debater o projeto após o mesmo ser colocado em comissão especial. Nesta próxima segunda-feira deve ocorrer nova reunião, dessa vez com as partes interessadas. Representação do Sindicato dos Comerciários deve ser ouvida às 9h, enquanto o Sinidlojas terá o seu espaço a partir das 10h.

Sobre o projeto de criação do cargo de agente de trânsito para fiscalização no serviço do estacionamento rotativo de São Luiz Gonzaga, rejeitado na mais recente sessão, Reni disse que há grande possibilidade de o mesmo retornar. Em reunião nesta semana, os vereadores chegaram a um consenso sobre o projeto, sem antes assegurar-se de que a empresa responsável pelo serviço se comprometesse a fazer pequenas adequações.

Reni informou que o presidente do Legislativo, Piti Werle, já elaborou ofício para coletar assinaturas favoráveis ao retorno do projeto à Câmara. Como o número mínimo de assinaturas é nove, há muita confiança de que este projeto possa retornar ao Plenário.

Rádio Missioneira


Copyright 2018 ® - Todos os direitos reservados