URI recebida pelo Chefe de Gabinete da Presidente Dilma Rousseff

O reitor da URI, Luiz Mario Spinelli e a pró-reitora de Ensino, Rosane Vontobel Rodrigues, foram recebidos em audiência no Palácio do Planalto pelo Chefe do Gabinete Pessoal da Presidente Dilma Rousseff – Dr. Álvaro Henrique Baggio.

O evento foi realizado na última quinta-feira, 16, quando ambos foram recebidos fizeram uma síntese geral sobre a vida institucional da URI e sua importância no contexto do desenvolvimento regional onde a Universidade mantém seis unidades. O reitor e a pró-reitora falaram sobre os programas que a universidade possui, cursos, financiamentos, áreas de pesquisa, formação de pessoal e serviços de extensão prestados às comunidades onde está presente.

Sempre solícito, o chefe do gabinete pessoal da presidente, não só recepcionou e ouviu com atenção sobre a URI e a importância das Universidades Comunitárias no contexto do ensino superior gaúcho, mas também, acompanhou os representantes da URI para uma visita ao Palácio do Planalto.

Em outra audiência, o reitor Luiz Mario Spinelli e a pró-reitora de Ensino Rosane Vontobel Rodrigues, foram recebidos pelo Secretário Executivo do MEC, Dr. José Henrique Paim Fernandes e assessores. O objetivo deste encontro foi tratar da agilização de processos pendentes na Secretaria de Regulação e Supervisão da Educação Superior (SERES). Da audiência junto ao MEC, também participaram a Assessora Especial da SERES, Cleunice Matos Rehem e a coordenadora Geral de Supervisão Especial de Educação Superior, Tatiana de Campos Aronavich.

Reitoria

Na opinião do reitor Luiz Mario Spinelli, “foram duas audiências muito proveitosas, pois conseguimos fazer com que as lideranças educacionais e políticas, compreendam a verdadeira função de uma Universidade Comunitária frente aos desafios que não são simples. Abrimos um novo canal de comunicação com a SESU (Secretaria de Educação Superior)”, observou o reitor.
Para a pró-reitora de Ensino, Rosane Vontobel Rodrigues, “mais uma vez ficou muito claro que a questão técnica da regulação nacional e sua relação com cada curso, prioriza a qualidade do curso. Na URI estamos envolvidos com todo o universo acadêmico sempre com esta prioridade, a qualidade, que em síntese é a exigência fundamental do MEC”.
No retorno a Erechim, o reitor Luiz Mario e pró-reitora Rosane, concluíram que as portas em Brasília estão abertas para ouvir as necessidades das instituições comunitárias, como é o caso da URI, e que a ordem geral de todas as questões que dizem respeito à vida institucional da universidade não pode, em momento nenhum, prescindir de um objetivo, sobre o qual a URI mantém sua consciência tranqüila: a qualidade nos serviços oferecidos.-