Secretaria de Turismo e Cultura celebra o Dia Nacional do Patrimônio Cultural

Compartilhe!

Titular da pasta comenta sobre os patrimônios culturais materiais e imateriais que São Luiz Gonzaga possui  

O dia 17 de agosto é o Dia Nacional do Patrimônio Cultural, esta data foi escolhida em homenagem a Rodrigo Melo Franco de Andrade, o primeiro presidente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) e, também, um dos maiores responsáveis por sua criação, em 1937.  

Entre as principais conquistas de Rodrigo para os brasileiros está a criação de uma política dedicada ao Patrimônio Cultural Imaterial, que inspirou diversos países e deu as bases para a formulação e implementação de modelos similares nas esferas estaduais e municipais.  

Em São Luiz Gonzaga, a data não poderia passar em branco. A secretária de Turismo e Cultura (SEMTC), Luiza Caterine Santo Panegalli, comentou sobre o patrimônio da cidade.

“Nosso município possui um vastíssimo patrimônio cultural, principalmente nossos bens tombados como Patrimônio do Mercosul, neste caso o Sítio Arqueológico de São Lourenço, e também o tombamento de nossas imagens sacras que estão no interior da Igreja Matriz. Estas são tombadas como Patrimônio Cultural brasileiro em dois livros, História e Arte”. 

O município também possui dois museus. O Museu Arqueológico, recentemente transferido para o histórico prédio onde funcionava a Estação Férrea. O local conta com importante acervo sobre as Missões Jesuíticas, com destaque para a pia batismal da Missão de São Luiz Gonzaga, uma das poucas ainda intactas nos 30 Povos das Missões. Já o Museu Municipal Senador Pinheiro Machado, com acervo que remonta aos séculos XIX e XX da comunidade, instalado em uma das casas mais antigas da cidade. Atualmente, o imóvel está em processo final de restauração e em breve receberá novamente o acervo para sua reinauguração. 

Luiza destacou outras riquezas culturais imateriais que o município possui.

“Não bastassem nossos patrimônios materiais, ainda temos um importante patrimônio imaterial, a Música Missioneira. Orgulhosamente ostentamos o título de ‘Capital Estadual da Música Missioneira’, com artistas em quantidade e qualidade que legitimam este título. Recentemente, nosso município também conquistou o título de ‘Capital Estadual do Arroz Carreteiro’, evidenciando mais uma vez, nossa ligação com a história e as tradições do Rio Grande do Sul”. 

A titular da pasta também ressaltou o maior e mais importante patrimônio de São Luiz Gonzaga.

“Neste 17 de agosto devemos lembrar ainda de nosso maior patrimônio: nossa gente. Os são-luizenses mostraram ao longo do tempo sabedoria, trabalho e união para que pudéssemos manter nossa história e patrimônio vivos. Dando exemplo para que as novas gerações possam continuar o legado iniciado em 1687, com o Padre Miguel Fernandez e os índios guaranis”, afirmou.   

 

Fotos: Arquivo / Prefeitura de São Luiz Gonzaga  

Fonte: SEMTC e Assessoria de Imprensa da Prefeitura de São Luiz Gonzaga