São Luiz Gonzaga segue com a bandeira "Laranja" na 14ª rodada do Distanciamento Controlado - Rádio Missioneira - São Luiz Gonzaga - RS
55.99986.2313 (55) 3352-4141

PREVISÃO DO TEMPO

São Luiz Gonzaga
7 de agosto de 2020
55.99986.2313 (55) 3352-4141

São Luiz Gonzaga segue com a bandeira “Laranja” na 14ª rodada do Distanciamento Controlado

7 de agosto de 2020 l 19:04
Materia atualizada: 07/08/2020 l 19:07




Compartilhe!

O governo do Rio Grande do Sul definiu, nesta sexta-feira, que 12 regiões foram colocadas preliminarmente na bandeira vermelha na 14ª rodada do Distanciamento Controlado.

As áreas que, segundo o governo estadual, apresentaram piora nessa semana e representam alto risco para contaminação para o novo coronavírus foram: Capão da Canoa, Palmeira das Missões, Erechim, Pelotas, Bagé e Uruguaiana. Porto Alegre, Novo Hamburgo, Canoas, Taquara e Passo Fundo permanecem com a bandeira vermelha.

A 14ª rodada marca a entrada da 21ª região, que reúne os 19 municípios das regiões Carbonífera e Costa Doce, recebendo o nome de Guaíba que, inclusive, é uma das classificadas como risco epidemiológico alto no mapa preliminar.

A única região que apresentou uma melhora foi Lajeado, que neste mapa preliminar, passou da bandeira vermelha para laranja. Santa Maria, Santo Ângelo, Cruz Alta, Ijuí, Santa Rosa, Caxias do Sul e Santa Cruz do Sul seguem com a bandeira laranja.

Os municípios e associações regionais podem apresentar, até as 6h de domingo, pedidos de reconsideração, que serão analisados para que as bandeiras definitivas sejam divulgadas na segunda-feira.

Municípios podem adotar protocolo da bandeira laranja

Do total de 497 municípios, conforme o mapa preliminar, 275 cidades estão classificados em bandeira vermelha, somando 7.759.635 habitantes, ou seja, 68,5% da população gaúcha – total de 11.329.605 habitantes. Desses, 126 municípios (597.635 habitantes, 5,3%) podem adotar protocolos de bandeira laranja, já que não têm registro de óbito ou hospitalização de moradores nos últimos 14 dias, desde que a prefeitura crie um regulamento local.

Estabilização 

Para o total do Rio Grande do Sul, houve leve aumento em diversos indicadores, com exceção da aceleração maior nas hospitalizações (17%) e no número de óbitos (10%). Nesta semana, mesmo com o avanço da doença, o número de leitos livres se manteve estável, com abertura de novas unidades e redução no número de internados por outras causas.

Como consequência, a razão de leitos livres para cada ocupado por Covid-19 voltou a cair, se mantendo abaixo de um leito livre para cada ocupado, o que exige cautela para não permitir novas acelerações no número de internações pela doença no Estado.

O número de novos registros de hospitalizações por Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) de confirmados com Covid-19 aumentou 17% entre as duas últimas semanas (1.094 para 1.278) e o de número de internados em UTI por SRAG aumentou 3% no Estado entre as duas últimas quintas-feiras (872 para 897).

O total de internados em leitos clínicos com Covid-19 no RS reduziu 3% entre as duas últimas quintas-feiras (1.002 para 975) e o de internados em leitos de UTI com Covid-19 no RS aumentou 4% entre as duas últimas quintas-feiras (672 para 702).

O número de leitos de UTI adulto livres para atender Covid-19 no RS aumentou 1% entre as duas últimas quintas-feiras (de 602 para 608) e o de casos ativos caiu 4% entre as duas últimas semanas (de 7.793 para 7.454). O número de óbitos por Covid-19 aumentou 10% entre as duas últimas quintas-feiras (de 369 para 406).

Fonte: www.estado.rs.gov.br


Copyright 2018 ® - Todos os direitos reservados