Santo Antônio das Missões: câmara de vereadores sediou audiência pública sobre uso de agrotóxicos - Rádio MissioneiraRádio Missioneira
55.99986.2313 (55) 3352-4141

PREVISÃO DO TEMPO

São Luiz Gonzaga
14 de novembro de 2018
55.99986.2313 (55) 3352-4141

Santo Antônio das Missões: câmara de vereadores sediou audiência pública sobre uso de agrotóxicos

Foto: Rogério Morais/Rádio Missioneira
14 de novembro de 2018 l 11:24
Materia atualizada: 14/11/2018 l 11:24

Evento ocorreu no final da tarde de terça-feira





Compartilhe!

O uso de agrotóxicos foi tema de audiência pública em Santo Antônio das Missões nesta terça-feira (13). A câmara de vereadores sediou um debate sobre a utilização racional de defensivos e fertilizantes no município.

A iniciativa partiu da própria comunidade que solicitou aos vereadores Vineton Oliveira (PP) e Cristiano Nunes (PP) que propusessem um momento de diálogo sobre o assunto. O tema preocupa tantos os produtores que afirmam que não há como produzir sem o uso dos químicos, quanto da população, que acredita que o uso exagerado de agrotóxicos pode afetar vários aspectos, especialmente a saúde.

Com o espaço do plenário João Moraes Belchor destinado ao público praticamente lotado, temas como o uso, as restrições, as recomendações técnicas entre outros foram abordados pelo o engenheiro agrônomo da Coopatrigo Marcos Pilleco, pelo técnico da Emater Flavio Augusto Bonato e pelo fiscal ambiental Alex Robalo. A mesa de trabalho também foi integrada com os vereadores proponentes da audiência.

Flavio Bonato destacou o manejo integrado de pragas como forma de diminuir o uso de produtos químicos. A iniciativa é uma das técnicas incentivadas pela Emater.

Alex Robalo destacou que tem sido registrado um grande número de reclamações da população, especialmente em relação ao uso de agrotóxicos nas lavouras perto da área urbana de Santo Antônio das Missões.

Marcos Pilleco reforçou a necessidade de serem respeitadas as orientações técnicas dos agrônomos e considerem sempre as indicações dos receituários, como horário de aplicação e outras recomendações.

Restou do debate alguns encaminhamentos, dentre eles a solicitação para que a secretaria municipal de desenvolvimento rural e meio ambiente adote medidas que visem orientar sobre a utilização dos produtos. Outra medida é o auxílio à fiscalização de produtos de uso proibido e estimular a utilização de defensivos com baixo impacto ambiental.

Autor: Rogério Morais

Fonte: Rádio Missioneira

 


Copyright 2018 ® - Todos os direitos reservados