Santo Ângelo vive final de semana trágico, com 11 mortes por covid-19

Compartilhe!

Maio termina como o mês mais letal da pandemia na cidade. Mais de 800 pessoas estão contaminadas

Com 120 casos confirmados no domingo (30), além do registro de 11 óbitos neste final de semana, o município de Santo Ângelo contabiliza 2.309 pessoas infectadas e 53 mortes pela covid-19 somente no mês de maio, o que gera a média de 76,9 casos por dia e torna o mês mais letal da pandemia na cidade. A variante P.1 do coronavírus está em circulação no município e pode estar sendo a responsável pela explosão de casos e óbitos. 

No domingo, a Capital das Missões completou 400 dias de pandemia e o presente mês revela o pior cenário do vírus, com recorde de casos, óbitos, internações em leitos clínicos e de Unidade de Terapia Intesiva, de pessoas contaminadas em recuperação domiciliar, de casos suspeitos enviados ao Lacen, de testes rápidos realizados e de casos ativos.  

São 9.919 casos totais em 400 dias de pandemia, com 8.864 pessoas recuperadas, 214 óbitos e 48.261 testes rápidos realizados (média diária de 120,6).

No contexto atual, 841 pessoas estão com o vírus ativo, sendo que 779 estão infectados se recuperando em casa. Outros 62 santo-angelenses se encontram internados nos hospitais Santo Ângelo e Unimed Missões, com 17 estando na Unidade de Terapia Intensiva. No Laboratório Central do Estado, 262 casos suspeitos estão com a coleta de exames para a análise.

Fonte: Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Santo Ângelo