Santo Ângelo protocola recurso junto ao Estado - Rádio Missioneira - São Luiz Gonzaga - RS
55.99986.2313 (55) 3352-4141

PREVISÃO DO TEMPO

São Luiz Gonzaga
19 de julho de 2020
55.99986.2313 (55) 3352-4141

Santo Ângelo protocola recurso junto ao Estado

Foto: Assessoria de Comunicação Social da Prefeitura de Santo Ângelo
19 de julho de 2020 l 17:17
Materia atualizada: 19/07/2020 l 17:20




Compartilhe!

Em reunião no sábado, 18, convocada pelo prefeito Jacques Barbosa, o comitê técnico de Santo Ângelo revisou os dados estatísticos do Distanciamento Controlado do Governo do Estado que colocou Santo Ângelo e a Região das Missões (R11) na bandeira vermelha e decidiu pelo protocolo de recurso, solicitando a manutenção da bandeira laranja.

Na avaliação técnica, em dados relativos à semana 11 do Distanciamento Controlado, foram encontradas divergências entre os indicadores apresentados pelo Estado e os dados computados pelo município de Santo Ângelo e a região R11. “No período analisado, a região registrou apurada melhora em cinco indicadores dos nove avaliados pelo Estado. A R11 tem 25 municípios e cerca de 300 mil habitantes, e registrou apenas dez internações COVID na semana 11. O índice de internações reduziu 43% no período”, defendeu o prefeito Jacques.

Participaram da revisão dos dados, o deputado Eduardo Loureiro, o secretário municipal de Saúde, Luis Carlos Cavalheiro, a enfermeira Daniana Pompeo, da Comissão de Vigilância Epidemiológica de Prevenção e Combate à Covid-19 da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) e Mauro Tschiedel, que representa as entidades de classe.

LEITOS

Foram encontradas inconsistências nas informações de leitos UTI e clínicos com queda acentuada no índice de ocupação, de 23 para 10, de uma semana para outra. Em comparação ao percentual de leitos do Estado e da macrorregião, a região R11 se mantém com baixo índice de ocupação: 60,5% dos leitos UTIs e 10,4% dos leitos clínicos.

Santo Ângelo, como referência regional em saúde, também registrou duas das dez internações da UTI COVID e Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) oriundas dos municípios de Sananduva e Estância Velha, com um óbito, situação que impacta na base de cálculo e precisa ser revista pelo sistema.

Também foi informada a inclusão no sistema estadual de cinco novos leitos de UTI no Hospital Santo Ângelo pela Secretaria de Estado da Saúde, nesta semana, ampliando a capacidade da rede hospitalar no combate à Covid.

CASOS ATIVOS

Na semana em análise, também houve redução no número de casos ativos da Covid-19, de 35 para 29 no período sob recurso, mantendo a região com índices estáveis e aprimorando os critérios para a redução do número de novos registros.

PROJEÇÃO DE ÓBITOS

De acordo com os avaliados, uma situação que precisa ser revista pelo Estado é a projeção de óbitos para a regional e o número real registrado desde o início do Distanciamento Controlado. A diferença entre o real regional e o estimado pelo Estado, variam de 50% a 85% de erro na projeção. “A partir do momento em que este indicador tem impacto relevante na avaliação das bandeiras, solicitamos que a estimativa seja revista”, concluiu o prefeito.

NOVO FORMATO

O deputado Eduardo Loureiro está defendendo junto ao governador Eduardo Leite, um novo formato para o anúncio das bandeiras no Rio Grande do Sul. A sugestão ao chefe do Executivo gaúcho é para que o distanciamento controlado seja comunicado primeiramente aos municípios, com os prazos em vigor, e que as bandeiras definitivas sejam anunciadas na segunda-feira subsequente ao acolhimento dos recursos.

Para o deputado, os anúncios das cores bandeiras de acordo com o Distanciamento Controlado feitos na sexta-feira com prazo para os recursos até o domingo, e a definição na segunda-feira, tem causado apreensão na sociedade gaúcha.

Fonte: Tarso WeberAssessoria de Comunicação Social da Prefeitura de Santo Ângelo


Copyright 2018 ® - Todos os direitos reservados