Rádio Online

Clique e confira

(55) 3352-4141

Fale conosco!

Rua Júlio de Castilhos 2236, Centro, São Luiz Gonzaga, RS

Reunião busca viabilizar investimentos no Santuário do Caaró

Compartilhe!

Na última quarta-feira (30) foi realizada no Santuário do Caaró, interior de Caibaté, uma reunião entre lideranças políticas e religiosas da região missioneira, convocada pela chefe da Seção de Cultura e Turismo de Caibaté, Vivian Copetti.

Como pauta principal, foram tratadas alternativas para buscar recursos para investimentos na infraestrutura do local. Entre os participantes do encontro, estão o bispo Dom Liro Vendelino Meurer, o padre responsável pelo Santuário, Danilo Hertz, o engenheiro eletricista Álvaro Theisen, a assessora do deputado Osmar Terra, Nara Damião, o historiador José Roberto de Oliveira, além de outros sete padres de municípios vizinhos, servidores públicos e líderes sociais interessados em incentivar o turismo religioso na região.

Na ocasião, a Administração de Caibaté apresentou um projeto chamado “Caminho do Peregrino”, elaborado pela prefeitura com o apoio de Álvaro, que será encaminhado ao Governo do Estado visando a angariar recursos.

Além de apresentarem sugestões a esse projeto, os participantes apontaram a necessidade de obras no acesso asfáltico ao Santuário, reformas no Trevo do Caaró, ampliação do palco, construções para hospedaria, auditórios, estacionamentos e aumento da equipe de trabalho.

A ideia é formular projetos de engenharia para serem encaminhados aos governos estadual e federal, como também a parlamentares, incentivando-os a direcionarem recursos para a execução.

Outro aspecto que deve gerar oportunidades para o setor é a aprovação do projeto de lei que institui o Programa Estadual de Apoio e Fomento às Atividades de Valorização e Resgate Histórico das Missões Jesuítico-Guarani (Pró-Missões), que tramita na Assembleia Legislativa desde 2019 e deve ser votado em breve.

Foto: Assessoria de Imprensa/reprodução

Fonte: Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Caibaté

IMPORTANTE: Não autorizamos a reprodução de conteúdo em outros sites, portais ou em mídia impressa, salvo sob autorização expressa.