Provável tornado provocou danos no interior do Vale do Taquari

Vento muito intenso provocou estragos na tarde desta terça-feira (8) no Vale do Taquari, na subida da Serra para Soledade. Na divisa dos municípios de Marques de Souza e Forquetinha, na zona rural, junto à BR-386, os danos são extremamente consistentes com a passagem de um tornado de breve duração, conforme análise preliminar da MetSul. Árvores foram decepadas em seus troncos e antenas parabólicas e caixas d’água foram parar na pista da rodovia. Uma árvore tombou sobre a estradas, fazendo com que o trânsito ficasse em meia pista. As fotos são de Frederico Sehm do jornal Informativo do Vale.

As fotos do repórter fotográfico Frederico Sehm revelam danos por demais consistentes e típicos do que se vê após a passagem de um tornado. Destacam-se nas fotos do Informativo do Vale, (1) o caráter muito localizado dos danos registrados, (2) a concentração deles numa faixa bem estreita e delimitada do terreno na região afetada, e (3) as árvores decepadas em seus troncos numa faixa com vegetação intacta nas imediações. Uma casa ao lado da área em que as árvores tiveram seus troncos decepados não sofreu estrago estrutural algum, o que seria muito improvável de ocorrer tivesse havido uma microexplosão (microburst), fenômeno em que o vento se expande com violência de forma radial e não deixa um rastro.

As imagens do radar meteorológico de aproximadamente 14h45m mostravam com nitidez a presença de instabilidade muito intensa, com característica supercelular, na área em que foram registrados os danos. Frente fria associada a um ciclone extratropical no Leste da Argentina está atuando no Rio Grande do Sul e ao encontrar a massa de ar muito quente sobre o Estado (temperatura de 20ºC no nível de 850 hPa ou 1500 metros de altitude) favoreceu a formação de fortes áreas de instabilidade com convecção profunda. A máxima em Teutônia, no Vale do Taquari, chegou a 33,9ºC. Tornados no mês de abril são raros, já que se trata do período do ano com menor freqüência de tempo severo no Rio Grande do Sul. Não seria a primeira vez que um tornado atinge a área de BR-386. Em 10 de setembro de 2008, um tornado mais intenso fez estragos na área de Tabaí. Houve colapso total de grandes estruturas e caminhões chegaram a ser virados na lateral da rodovia federal.