Presidente da Fecoagro defenderá políticas públicas para o trigo em reunião nesta semana em Brasília - Rádio Missioneira - São Luiz Gonzaga - RS
55.99986.2313 (55) 3352-4141

PREVISÃO DO TEMPO

São Luiz Gonzaga
15 de abril de 2019
55.99986.2313 (55) 3352-4141

Presidente da Fecoagro defenderá políticas públicas para o trigo em reunião nesta semana em Brasília

Presidente da Fecoagro diz que o trigo ainda precisa de incentivos do Governo, ao contrário da soja, que possui uma sustentação maior. Foto: arquivo Rádio Missioneira
15 de abril de 2019 l 10:22
Materia atualizada: 15/04/2019 l 16:52




Compartilhe!
  • 40
    Shares

Nesta terça-feira (16) o presidente da Federação das Cooperativas Agropecuárias do Rio Grande do Sul, Paulo Cezar Vieira Pires, vai até a capital Brasília para reunião da Câmara Setorial do Trigo. Será a primeira reunião da Câmara desde a posse do presidente Jair Bolsonaro e, por essa razão, pretende-se investir no contato direto com as lideranças federais para se obter incentivos a essa cultura.

Em entrevista no programa Jornal da Manhã desta segunda-feira (15), Pires afirmou que é de grande importância que a produção de trigo receba incentivos governamentais, o que não significa tirar dinheiro da sociedade para dar ao produtor, mas sim criar mecanismos de incentivo. Culturas com ao do soja não necessitam disso, mas o trigo ainda carece desse tipo de auxílio para não representar um risco para os produtores.

Ele também falou sobre recentes compromissos, como a presença na inauguração da Cruz Missioneira em Gravataí, na sexta-feira (12) elogiando o prefeito Marco Alba como gestor público. Logo após, no mesmo dia, ele se reuniu com o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, oportunidade onde pode perceber que o Ministro é uma pessoa isenta de qualquer radicalismo quanto à preservação ambiental, sabedor da importância que tem o setor produtivo para o nosso País. Ainda na sexta, Paulo Pires participou da posse do novo presidente da Farsul, Gedeão Pereira.

Queda no preço da soja

O entrevistado também falou na queda do preço da soja, cotada hoje em R$ 66,00. Segundo o Presidente da Fecoargo, isso se dá devido a surto de gripe e peste suína na China, o que derrubou a demanda por soja e farelo de soja.

Rádio Missioneira


Copyright 2018 ® - Todos os direitos reservados