Prefeitura abre nova licitação para conclusão de pavimentação de ruas da cidade

Compartilhe!

Em entrevista ao programa Jornal da Manhã na Missioneira FM 94.9 nesta segunda-feira (26) o prefeito Sidney Brondani (Progressistas) confirmou que foi aberta no último sábado (24) uma nova licitação para a conclusão da pavimentação de 11 quadras com piso de concreto intertravado na zona urbana de São Luiz Gonzaga.

Conforme o prefeito, em fevereiro a empresa prestadora do serviço rescindiu o contrato e será penalizada por isso. As mesmas quadras do projeto inicial serão concluídas. A expectativa é de que no dia 27 de maio as propostas já podem ser apresentadas.

Ainda, conforme o prefeito, a Secretaria de Planejamento iniciou a abertura de novas ruas no Parque Industrial II. Um novo arruamento está sendo executado e em breve, sistemas de eletricidade e saneamento serão instalados no local. A meta é de que até o final do ano os novos lotes já estejam à venda.

VOLTA ÀS AULAS

Falando sobre o retorno presencial das aulas nas escolas de São Luiz Gonzaga, o prefeito Sidney ressaltou que o fim de semana foi de incertezas e de muito trabalho nesse sentido. Conforme Brondani, a insegurança jurídica criada no entono do assunto dificultou muito qualquer decisão.

Para o prefeito, o impasse no retorno às aulas iniciou na sexta-feira (23), quando o Governo do Estado emitiu o decreto permitindo a retomada, porém, uma liminar da justiça passou a impedi-la no fim de semana. “A decisão da justiça prevalece sobre qualquer decreto”, sinalizou Brondani, enfatizando que por esse motivo, até o momento, não se tem data fixa para a retomada das atividades nas escolas de São Luiz Gonzaga.

Sidney finaliza informando que não pode expor o município em uma situação de ilegalidade e criticou o governador Eduardo Leite, que tomou uma decisão um pouco quanto contraditória. “Se ele gostaria de que as aulas presenciais retornassem hoje, porque não colocou as regiões do Estado em bandeira vermelha na sexta-feira, já que o decreto da bandeira preta não permite este retorno? ”, questionou o prefeito, Brondani.

Rádio Missioneira