Prefeitos votam Plano de Ação Regional contra a covid-19 nesta quarta-feira

Compartilhe!

Documento de intenções para o enfrentamento à pandemia do coronavírus será debatido em assembleia virtual e precisa de dois terços para aprovação

Depois de cerca de três horas em reunião remota, os prefeitos da Associação dos Municípios das Missões (AMM) encaminharam os principais critérios para a elaboração do Plano de Ação Regional visando o enfrentamento à pandemia do Coronavírus e as adequações ao novo modelo de monitoramento do Estado, com base nos indicadores, os “3As” (Atenção, Alerta e Atenção).

A macrorregião missioneira, segundo o Governo do Estado, vive a situação mais crítica, com Alerta emitido devido ao elevado e rápido crescimento de diagnósticos positivos nos últimos sete dias, representando uma incidência de casos confirmados 89% acima da média estadual. Além deste percentual de novos casos, a taxa de ocupação na rede hospitalar alcança 100%, com 85% dos pacientes com covid-19. Os óbitos também cresceram 43% em oito dias.

Os indicadores colocaram, mais uma vez, os prefeitos missioneiros em alerta e uma série de medidas restritivas e ações de fiscalização estão sendo formatadas e serão apresentadas para discussão e votação, em reunião remota, na tarde desta quarta-feira, 19. Uma ampla campanha de orientação e alerta sobre a gravidade da situação deverá ser deflagrada. O plano precisa da aprovação de dois terços dos prefeitos. Após aprovado e formatado o documento será enviado para análise do Gabinete de Crise do Governo do Estado.

Em conjunto, os prefeitos decidiram pela avaliação da situação local e autonomia de cada gestor para deliberar sobre o retorno às aulas na rede municipal e privada de ensino, com o monitoramento dos protocolos sanitários de prevenção e fiscalização nos educandários.

O prefeito de Santo Ângelo, Jacques Barbosa, defendeu a ofensiva dos municípios pela vacinação dos trabalhadores em educação e o retorno às aulas presenciais, de forma escalonada, privilegiando a Educação Infantil e o Ensino Fundamental, com rígido controle de acesso às escolas e observação à legislação de prevenção e enfrentamento à pandemia.

A região também definiu pela restrição nos horários de funcionamento de estabelecimentos comerciais não essenciais, cujas normas estão sendo formatadas para apresentação na assembleia desta quarta-feira.

COMITÊ

Na reunião foi aprovada e mantida a composição do Comitê Científico Regional, coordenado pela enfermeira da Secretaria de Saúde de Santo Ângelo, Daniana Pompeo, que está formatando as medidas que a região irá adotar em resposta ao Alerta do Governo do Estado.

Também acompanharam a reunião virtual no Gabinete do prefeito Jacques, o coordenador regional de Saúde, Iury Sommer Zabolotsky; e o secretário municipal de Saúde, Flávio Christensen. A reunião foi dirigida pelo presidente da AMM, Ricardo Klein, prefeito de São Nicolau; com a participação do vice-presidente da ACISA e membro do Comitê Científico Regional, Mauro Tschiedel; e do assessor jurídico da associação, Gladimir Chieli; demais prefeitos e secretários municipais da saúde.

Fonte: Assessoria de Comunicação Social da Prefeitura de Santo Ângelo