Prefeitos e vereadores das Missões se reúnem com presidente da CNM para analisar situação dos municípios

"Se os prefeitos soubessem a força que têm mudariam o Estado e o Brasil". Foi com este posicionamento que o presidente da Confederação Nacional dos Municípios (CNM), Paulo Ziulkoski, falou, durante cerca de duas horas, sobre os desafios do municipalismo, no 1° Encontro de Prefeitos e Vereadores nas Missões. O evento, que ocorreu na tarde de quarta-feira, 30 de abril, na Câmara de Vereadores, em São Miguel das Missões. Paulo Ziulkoski também pediu a mobilização da região na XVII Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios, que acontece entre os dias 12 a 14 de maio, reiterando que é fundamental a união dos prefeitos para mudar a realidade econômica das prefeituras.

Demissão de servidores

Representando o presidente da Associação dos Municípios das Missões (AMM), prefeito de São Luiz Gonzaga, Junaro Rambo Figueiredo, o vice-presidente da entidade, prefeito de Porto Xavier, Paulo Sommer, voltou a relatar casos que mostram a crítica situação financeira dos municípios missioneiros em função da queda na arrecadação, e fez um apelo: "temos que somar esforços para ver o que é possível fazer e reverter este quadro. Se continuar como está seremos obrigados a fechar departamentos e demitir servidores", alertou Sommer, ao evidenciar que uma das alternativas é garantir maior repasse de recursos por parte do governo federal. “Os municípios recebem apenas em torno de 18% do bolo no total de arrecadação, a União mais de 56% e Estados cerca de 25%, por isso, é preciso perseverar para mudar esse percentual de forma a beneficiar os municípios", pediu ele.

Caos na saúde

Outra situação de crise nos municípios citada pelo vice-presidente da AMM foi no atendimento à saúde. "Como médico, posso garantir que a saúde dos municípios está um caos e o pior é que não vejo luz no fim do túnel", lamentou, se referindo ao fato de que muitos hospitais no interior estão fechando, por falta de recursos e profissionais. Além disso, Sommer alertou que é preciso desafogar o número de atendimentos no hospital em Santo Ângelo. Segundo o vice-presidente da AMM, para tornar o problema mais crítico ainda, se for necessário transportar pacientes para outros centros com melhor atendimento hospitalar, as estradas não estão mais comportando o aumento do número de veículos, que trafegam diariamente pelas rodovias. "Chegará num ponto em que os hospitais do interior não terão mais condições de fazer um parto ou outras cirurgias por causa da falta de infraestrutura", reclamou o prefeito Paulo Sommer.

Votar em propostas

Sobre a questão dos problemas na área de saúde, o dirigente da CNM, Paulo Ziulkoski, lembrou que, até hoje, não foi votada a emenda 29 que regulamenta as aplicações mínimas, no setor de saúde, do governo federal, dos estados e municípios. "Estamos em ano eleitoral, portanto, fiquem atentos às propostas que virão junto com os candidatos e no que teremos de diferente pra votar, independente de partidos. Temos que votar em propostas, não em pessoas e partidos. O Estado e a União devem vir ao encontro dos menores, que são os municípios, este é o princípio", pontuou Ziulkoski.

O prefeito anfitrião, Hilário Casarin, também enfatizou a importância da união de forças dos municípios missioneiros para aprovar mudanças na arrecadação do Fundo de Participação dos Municípios, o FPM, de forma a auxiliar os atendimentos na saúde, educação, agricultura, transportes, e demais setores. "Temos que parar de ir à Brasília e passar o chapéu nos gabinetes", enfatizou, defendendo que é o momento dos municípios lutarem por seus direitos na questão do repasse das verbas, não somente das obrigações.

Investimentos no turismo

Mas o 1° Encontro de prefeitos e Vereadores nas Missões não foi só de preocupações sobre a situação financeira dos municípios. O prefeito anfitrião, Hilário Casarin anunciou que, ainda neste mês de maio, serão iniciadas as obras de revitalização do espetáculo Som e Luz das Ruínas de São Miguel, com excelentes repercussões para toda a região, pois atrairá mais turistas, o que ajudará a economia regional. "Também os investimentos que estão vindo vão melhorar a nossa arrecadação. Empresários estão apostando na região porque sabem que as Missões têm potencial, especialmente no turismo, com atrativos diversificados que podem ser encontrados em cada um dos 26 municípios da AMM", completou.

Participaram da palestra com o presidente da CNM, prefeitos, vices, vereadores, secretários municipais, deputados estaduais e federais, imprensa, primeiras-damas e demais entidades representativas locais e regionais. Paulo Ziulkoski recebeu uma lembrança das mãos do prefeito de São Miguel das Missões e do vice-presidente da AMM. No final do encontro, todos os convidados prestigiaram a abertura oficial da 4ª Expofeira, que vai até o dia 04 de maio, com uma programação direcionada para todos os públicos.