Prefeito Sidney comenta a adesão do município ao novo decreto do Governo do Estado

Compartilhe!

O prefeito de São Luiz Gonzaga, Sidney Brondani (Progressistas), participou do programa Jornal da Manhã na Missioneira FM 94.9 nesta segunda-feira (22) onde expôs o posicionamento do município em relação ao decreto publicado pelo Governo do Estado no sábado (20) que institui medidas sanitárias extraordinárias para fins de prevenção à pandemia de covid-19, visto o agravamento da doença em diversas regiões do Rio Grande do Sul.

Sidney informou que no sábado, após uma longa reunião virtual realizada com a Associação dos Municípios das Missões (AMM), ficou acordado que todas as 26 prefeituras da região recepcionariam o decreto estadual número 55.764, que determina no período compreendido entre os dias 20 de fevereiro à 2 de março, a proibição da abertura para atendimento ao público de todo e qualquer estabelecimento, entre às 22h e às 5h da manhã.

O decreto também proíbe a realização de festas, reuniões ou eventos, formação de filas e aglomerações de pessoas nos recintos ou nas áreas internas e externas de circulação ou de espera, bem como nas faixas de areia das praias, calçadas, portarias e entradas dos prédios e estabelecimentos, públicos ou privados. Os protocolos municipais que conflitam com as determinações do Governo do Estado estão suspensos.

A proibição não se aplica a farmácias, hospitais e clínicas médicas; serviços funerários; serviços agropecuários, veterinários e de cuidados com animais em cativeiro; assistência social e atendimento à população em estado de vulnerabilidade; estabelecimentos que realizem atendimento exclusivamente na modalidade de tele-entrega; postos de combustíveis, sendo vedada, em qualquer caso, a aglomeração de pessoas em suas dependências; os estabelecimentos dedicados à alimentação e à hospedagem de transportadores de cargas e de passageiros e hotéis.

Sidney ressaltou que nesta segunda-feira (22) o presidente da AMM, prefeito de São Nicolau Ricardo Klein, representará a região na reunião que será promovida pela Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul (Famurs) que visa acordar novas medidas no enfrentamento à pandemia. “Estamos vivendo uma guerra, por isso, peço encarecidamente à população são-luizense que siga três ações: use de máscara, álcool em gel e não promova aglomerações” enfatiza o prefeito Brondani.

Sobre o retorno das aulas nas escolas municipais, Sidney comentou que o mesmo está previsto para ocorrer nesta segunda-feira normalmente, já que o ano letivo iniciará de forma remota, sem o risco de contaminação, já que os estudantes estarão realizando as tarefas de suas residências.  Quanto às escolas particulares que retomaram as aulas no formato presencial, o prefeito informou que estas instituições possuem decretos próprios e o Governo do Estado não emitiu nenhuma normativa quanto a restrição nesses ambientes.

Ao finalizar a entrevista, Sidney aproveitou a oportunidade para elogiar todos os profissionais da área da saúde que estão vivendo um momento sem precedentes e suas vidas e que mesmo esgotados físico e mentalmente, continuam lutando para evitar novas infecções e salvar a vida de um maior número possível de pessoas.

Rádio Missioneira