Rádio Online

Clique e confira

(55) 3352-4141

Fale conosco!

Rua Júlio de Castilhos 2236, Centro, São Luiz Gonzaga, RS

Polícia Civil captura autores de extorsão ocorrida em Porto Xavier

Compartilhe!

Indivíduos foram presos em São Luiz Gonzaga e Dezesseis de Novembro. Eles praticaram ameaças de morte à vítima e à sua família por meio de aplicativo de mensagens

A Polícia Civil, por intermédio da Delegacia de Polícia de Porto Xavier, com apoio de agentes da Draco de São Luiz Gonzaga e das Delegacias de Dezesseis de Novembro e Pirapó, todas vinculadas à 27ª Delegacia de Polícia Regional de São Luiz Gonzaga, efetuou a captura de dois homens na tarde desta quarta-feira (29), pelo crime de extorsão, fato ocorrido em Porto Xavier na última semana.

Segundo apurado, durante as investigações, os homens presos efetuavam com exigência de dinheiro e com emprego de ameaças de morte à vítima e à sua família, os quais residem em Porto Xavier.

Nas mensagens, enviadas por aplicativos de conversa, os indivíduos apresentaram conhecimento da rotina da vítima e de toda sua família, inclusive com envio de fotos e detalhes da rotina do grupo familiar.

A Polícia Civil, imediatamente após o conhecimento dos graves fatos apresentados, por intermédio do setor de investigações da Delegacia de Polícia de Porto Xavier, com coordenação do delegado Anderson Pettenon, efetuou diligências e representou, com base nas provas colhidas no inquérito policial, pela prisão preventiva da dupla, o que foi prontamente decretado pela justiça.

Os dois dois homens, um de 41 e outro de 35 anos, que residem em São Luiz Gonzaga, foram presos.
Na residência de um deles foi apreendido um revólver e munições. Um deles, no entanto, foi capturado no interior do município de Dezesseis de Novembro. Ambos possuem antecedentes policiais.

Após serem interrogados, um deles confessou a prática do crime. O inquérito deve ser remetido à justiça no prazo legal de dez dias e ambos devem ser responsabilizados pelo crime de extorsão, cuja pena varia de 4 a 10 anos de prisão.

Fonte: Comunicação do 14º Batalhão de Polícia Militar