Rádio Online

Clique e confira

(55) 3352-4141

Fale conosco!

Rua Júlio de Castilhos 2236, Centro, São Luiz Gonzaga, RS

Novo Mapa do Turismo Brasileiro conta com 17 municípios das Missões

Compartilhe!

O Secretário-executivo do Detur/Funmissões, Enio Coletto Carvalho, participou na semana passada, em Porto Alegre, da reunião do Conselho Estadual de Turismo (Conetur), que validou as informações enviadas pelos municípios e inseridas Instância de Governança Regional (IGR) no sistema digital. 

O Ministério do Turismo divulgou, na última semana, o novo Mapa do Turismo Brasileiro, instrumento que reúne municípios que adotam o Turismo como estratégia de desenvolvimento e identifica necessidades de investimentos e de ações para promoção do setor em cada região turística do País. Ao todo, 2.542 cidades distribuídas em 322 regiões turísticas foram incluídas no Mapa do Turismo 2022.

Da Rota Missões, estão no projeto 17 municípios. São eles: Bossoroca, Caibaté, Cerro Largo, Entre-Ijuís, Giruá, Mato Queimado, Porto Xavier, Roque Gonzales, Salvador das Missões, Santo Ângelo, São Borja, São Luiz Gonzaga, São Miguel das Missões, São Nicolau, São Paulo das Missões, São Pedro do Butiá e Vitória das Missões. Além destes, Ubiretama e Dezesseis de Novembro apresentaram todos os documentos para inclusão, mas estão com pendência no Cadastur, com atividades obrigatórias recentemente publicadas pelo ministério.

Foto: reprodução/AMM

O Mapa do Turismo reúne municípios com real vocação turística ou impactados pelo setor de viagens. O objetivo é nortear a definição de políticas públicas, incluindo a destinação de recursos do Ministério do Turismo para obras de infraestrutura e oferta de cursos de qualificação profissional, por exemplo.

Os municípios do país são classificados de A a E no Mapa do Turismo. Esta categorização leva em conta o desempenho da economia no Turismo, a partir de algumas variáveis. Entre elas, estão a quantidade de estabelecimentos de hospedagens e de empregos, a estimativa de visitantes domésticos e internacionais e a arrecadação de impostos federais nos meios de hospedagens.

 

Foto de capa: Marcos Luft

Fonte: Assessoria da AMM

IMPORTANTE: Não autorizamos a reprodução de conteúdo em outros sites, portais ou em mídia impressa, salvo sob autorização expressa.