Rádio Online

Clique e confira

(55) 3352-4141

Fale conosco!

Rua Júlio de Castilhos 2236, Centro, São Luiz Gonzaga, RS

Nove em cada 10 óbitos por covid-19 no RS são de pessoas sem vacinação completa

Compartilhe!

Conforme registro no sistema de imunizações, quase 1 milhão estão com a segunda dose em atraso no Estado

Levantamento da Secretaria da Saúde aponta que 92% dos óbitos por coronavírus no Estado na faixa etária até 39 anos ocorreram com pessoas sem o esquema vacinal completo. Entre os idosos, 99% das mortes por covid-19 são entre pessoas sem a vacinação de reforço.

Os dados servem de alerta para que a população volte aos postos para completar o esquema básico de duas doses e para que as pessoas acima de 60 anos façam a terceira dose. Até este momento, o Rio Grande do Sul conta com 82% da população adulta (acima de 18 anos) com o esquema vacinal completo. E 26% dos idosos já realizaram a dose de reforço.

Divulgado na quinta-feira (11), os dados de óbitos entre não vacinados foram calculados sobre as ocorrências com início de sintomas nas últimas 10 semanas (desde 29/8). Nesse período, foram 516 internações hospitalares de pessoas até 39 anos por Covid-19, sendo 81% sem imunização completa. Desses 516 casos, foram 38 mortes, 92% em pessoas que não haviam feito nenhuma dose ou com apenas uma dose recebida.

No mesmo período, houve cerca de 2,7 mil hospitalizações por conta do coronavírus em pessoas com 60 anos ou mais. Desses, 99,2% não haviam realizado a dose de reforço. Foram 905 óbitos entre esse total de internações, dos quais em 99,3% a pessoa não havia realizado a terceira dose.

Os números e percentuais foram tema de reunião entre representantes da SES com o Conselho das Secretarias Municipais de Saúde do Rio Grande do Sul (Cosems/RS). Juntamente com os municípios, o Estado busca mobilizar a sociedade e as equipes de saúde para seguir avançando na campanha de vacinação.

Outro dado que preocupa as autoridades do Estado e municípios é o de pessoas que deixaram expirar o prazo para a segunda dose (intervalo de 28 dias para a Coronavac e oito semanas para a Pfizer e Astrazeneca).

Conforme o registro oficial do sistema de imunizações, é o caso de 968 mil pessoas no RS na quinta (11), entre as quais, 715 mil na faixa até os 39 anos.

Fonte: Governo do Estado