Nova variante do vírus pode estar atingindo a região, afirma o diretor do Hospital São Luiz Gonzaga

Compartilhe!

Um dia após o Brasil atingir a marca de 2.349 mortes por covid-19 registrados em 24 horas, o maior número desde o início da pandemia, o diretor técnico do Hospital São Luiz Gonzaga, doutor José Renato Grisolia, expôs a sua visão em relação ao enfrentamento da doença na instituição de saúde local, referência para vários municípios da microrregião. Ele concedeu entrevista ao programa Jornal da Manhã na Missioneira FM 94.9 nesta quinta-feira (11).

José Renato considera que os números presenciados ontem no país são alarmantes. “O Brasil vive uma tragédia, com enxurrada de mortos e isso é extremamente doloroso e chocante”. Segundo o médico, é visível a mudança no perfil dos internados pela doença no Hospital São Luiz Gonzaga, com mais jovens hospitalizados do que em 2020. “É algo totalmente atípico, anormal e que indica que o vírus sofreu uma adaptação e já deve estar atingindo a nossa região”, avalia.

O médico informa que a perspectiva é de que pandemia piore em São Luiz Gonzaga e microrregião no decorrer do mês de março. “Gostaríamos de dar uma notícia alentadora, mas não podemos fugir da realidade”, considera José Renato. Ele informa também que a falta de insumos, como anestésicos utilizados para intubação, está preocupante, bem como a dificuldade de realizar transferências, tanto de pacientes com covid-19, quanto por aqueles que estão acometidos por outras doenças. “Ontem tivemos o caso de um paciente infartado que chegou ao nosso hospital e não conseguiu leito na região” comenta José Renato.

O diretor técnico do Hospital São Luiz Gonzaga ressalta que tudo que os especialistas previram no início da pandemia, está ocorrendo, inclusive as consequências para a saúde após a contaminação, onde pacientes ficaram com sequelas, principalmente no que diz respeito a falta de imunidade a doenças bacterianas. “A ciência aprendeu muito com outras pandemias e, por isso, a sociedade precisa acreditar nela” conclui José Renato Grisolia.

Rádio Missioneira