Municipários irão paralisar atividades no dia que projeto de insalubridade for apreciado

Compartilhe!

Servidores públicos municipais participaram de assembleia ontem (02) à noite na sede do Sindicato dos Municipários de São Luiz Gonzaga. A pauta do encontro foi o projeto de insalubridade enviado pela prefeitura à câmara de vereadores. O advogado da entidade, Charles Bakalarczyk explanou aos participantes sobre o projeto.

Segundo o tesoureiro Nilson Chaves, com a explanação dos índices, o grupo segue com a ideia de se tratar de um projeto maldoso aos trabalhadores. Ele acrescentou que a participação do público ficou dentro do esperado, com mais da metade dos servidores que recebem insalubridade.

O grupo definiu que haverá uma paralisação geral na tarde em o projeto for apreciado.  Ainda não há uma data definida, uma vez que o documento está na comissão de constituição e justiça, que tem mais três semanas para análise. O prazo ainda pode ser prorrogado por mais quatro reuniões, conforme regimento interno da casa.

O sindicato também irá dar publicidade ao projeto, com carros de som nas ruas e visitas nas escolas e demais repartições da prefeitura. Conforme Chaves, outra estratégia é o diálogo com vereadores da oposição. Eles precisam de no mínimo sete votos para pedir comissão especial do projeto.

Fonte: Rádio Missioneira