Municipários ainda esperam por reajuste por parte do Executivo - Rádio Missioneira - São Luiz Gonzaga - RS
55.99986.2313 (55) 3352-4141

PREVISÃO DO TEMPO

São Luiz Gonzaga
23 de outubro de 2014
55.99986.2313 (55) 3352-4141

Municipários ainda esperam por reajuste por parte do Executivo

23 de outubro de 2014 l 15:12
Materia atualizada: 23/10/2014 l 15:12




Compartilhe!

O programa Jornal da Manhã desta quinta (23) teve a presença do presidente do Sindicato dos Municipários de São Luiz Gonzaga, Altamir Matos, que falou sobre as próximas atividades do Sindicato, que tem pela frente uma assembleia geral no dia 3 de novembro e, no dia seguinte, nova assembleia, dessa vez para o quadro geral.
Segundo Altamir, desde o início do ano o Sindicato está trabalhando com a pauta de implantação do piso para o magistério são-luizense, assim como o período de planejamento, porém, em reunião recente com o Executivo, o Sindicato teve a informação de que o índice de comprometimento com o pessoal não regrediu, o que inviabiliza qualquer reajuste para o magistério e funcionalismo em geral.

O Presidente também citou o fato de que, quando o vale-refeição foi aprovado, com oposição do Sindicato, foi anunciado que essa medida proporcionaria redução no índice, o que não aconteceu. Uma das formas de diminuir o índice citadas por Altamir seria reduzir o número de cargos de confiança dentro da Prefeitura. Ele também mencionou projeto que está na Câmara e que sugere a adequação ao plano de carreira, referente à adequação ocorrida em 2013, o que, segundo Altamir, exigiria uma adequação do sistema de avaliação do magistério, sendo que o Sindicato quer acompanhar e sugerir algumas inclusões nesse projeto, trabalhando junto com a comissão dos edis que está cuidando do mesmo.

Altamir aproveitou o espaço para tranquilizar os professores referente ao processo de avaliação a partir da entrada em vigor da nova lei, pois o mesmo não tem nada a ver com número de alunos aprovados, como se estava comentando, por exemplo.

Sobre o concurso dos ESF’s, Altamir disse que o Sindicato está sendo bastante consultado sobre a exigência de um curso de qualificação dos agentes comunitários como requisito para o cargo, porém, ele esclareceu que esse curso é posterior à nomeação, ou seja, qualquer pessoa pode fazer o concurso, independente de possuir curso de qualificação.


Copyright 2018 ® - Todos os direitos reservados