Moradora de Pirapó morre de covid-19 à espera de UTI em São Luiz Gonzaga

Compartilhe!

O município de Pirapó registrou no último sábado (20) o sexto óbito causado em decorrência da covid-19. Segundo o prefeito Auri Kochhann, em entrevista ao programa Jornal da Manhã na Missioneira FM 94.9 nesta terça-feira (23) o número já é considerado alto, para um município com uma população de menos de 3 mil habitantes.

Segundo Auri, lamentavelmente o último óbito foi o de uma paciente de 44 anos, que estava internada no Hospital São Luiz Gonzaga e devido à gravidade do seu quadro de saúde, aguardava transferência para um leito de Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Devido a superlotação hospitalar que o Estado enfrenta, a paciente não conseguiu a vaga, vindo a óbito.

O prefeito de Pirapó se solidarizou com a família e informou que o município, assim como toda a AMM, se unirá para destinar recursos ao Hospital Santo Ângelo, para que a instituição consiga instalar novas vagas de UTI. “Iremos contribuir com o hospital missioneiro para que quando outro pirapoense necessite de atendimento, tenha a disposição”, avalia Auri.

Conforme o último boletim epidemiológico, Pirapó registrou, além dos seis óbitos,136 casos positivos desde o início da pandemia, sendo que 123 se recuperaram e sete estão com o vírus ativo e realizando tratamento. “Pedimos que os moradores não recebam visitas de fora, já que o vírus está circulando por todo o território do nosso município e as variantes estão presentes na nossa região” alertou o prefeito Auri.

Rádio Missioneira