Ministério da Saúde confirma o credenciamento de 10 leitos de UTI para o Hospital São Luiz Gonzaga

Compartilhe!

Diretor Luis Grings confirmou informações. Atualmente, Ala Covid ocupa o futuro setor da UTI 

Está aceito o credenciamento, por parte do Ministério da Saúde, de 10 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para o Hospital São Luiz Gonzaga. A informação foi confirmada pelo diretor clínico da casa de saúde, médico Luis Grings, durante entrevista ao programa Jornal da Manhã na Missioneira FM 94.9 nesta quarta-feira (26).

Grings ressaltou que a confirmação foi repassada diretamente de Brasília para o coordenador regional de saúde, Iury Sommer. Conforme o médico, a partir de agora, o Hospital São Luiz Gonzaga necessita apenas realizar as adequações para a instalação da UTI. As obras no local só não iniciaram ainda pelo fato de que a Ala Covid está instalada no setor onde a futura UTI será alocada.

Além da estrutura física, Grings informa que a instalação de leitos de UTI necessita, também, de equipamentos adequados e uma equipe profissional preparada. Nas atuais obras que estão em andamento no hospital, o médico informa que aproximadamente R$ 500 mil será empregado na UTI. As melhorias, neste momento, estão concentradas no setor de radiologia. Após, seguirão para o plantão e por fim, na futura UTI.

Luis Grings salientou que novas especializações precisam ser instaladas em São Luiz Gonzaga, como é o caso da hemodiálise, para acabar com a peregrinação dos pacientes até Santo Ângelo e a efetividade da UTI é fundamental para isso.

Por fim, o diretor clínico informa que o Hospital São Luiz Gonzaga possui uma dívida antiga de R$ 180 mil por mês e que para amenizar isso, a vinda de recursos é primordial para que a instituição conseguia prestar um serviço adequado aos pacienets. Segundo Luis Grings, já estão garantidos R$ 1 milhão por parte dos deputados federais Osmar Terra (MDB) e Paulo Pimenta (PT) neste ano.  

Rádio Missioneira