Justiça eleitoral de São Luiz Gonzaga adverte para boatos sobre urna: "é má fé das pessoas" - Rádio Missioneira - São Luiz Gonzaga - RS
55.99986.2313 (55) 3352-4141

PREVISÃO DO TEMPO

São Luiz Gonzaga
28 de outubro de 2018
55.99986.2313 (55) 3352-4141

Justiça eleitoral de São Luiz Gonzaga adverte para boatos sobre urna: “é má fé das pessoas”

Foto: Amanda Lima/Rádio Missioneira
28 de outubro de 2018 l 17:28
Materia atualizada: 28/10/2018 l 21:01

Chefe do cartório Andrea Hugen e juíza eleitoral Gabriela Dantas Bobsin





Compartilhe!
  • 111
    Shares

A urna eletrônica é um dos assuntos mais comentados nesta eleição. Desde o primeiro turno, surgiram boatos que a urna eletrônicas, utilizadas em cerca de 35 países, além do Brasil, podem ser fraudadas. No entanto, se trata de informações falsas, já que não existe nenhuma evidência de fraude.

Para a juíza eleitoral de São Luiz Gonzaga, Gabriela Dantas Bobsin, a afirmação é maldosa. “Não existe isso de urna fraudada. Isso é boato, é fake news, é uma má fé”, explicou. A magistrada destaca que as pessoas que fazem a afirmação, principalmente nas redes sociais, inundadas por vídeos do tipo, agem de forma maldosa. “Já foi explicado que a urna é segura. Ela chega ao local de votação sem nenhum voto, com impressão da zerésima, documento que informa que não há votos no aparelho”, argumentou.

A juíza vê com preocupação o fato de candidatos instruírem eleitores a alimentar esse boato ou pedir para filmar o voto. “É um crime eleitoral foto, vídeo ou uso de celular na cabine de votação”, ressaltou.

Eleitor tentou votar pra senador do outro estado

Ela citou o caso de um eleitor de São Luiz Gonzaga no primeiro turno que acusou a urna de estar fraudada. No entanto, o voto dele foi anulado por ter feito a votação errada. “Ele digitou o número de um senador do Rio de Janeiro. É óbvio que não vai dar certo e o voto foi anulado”, contou. Bobsin pede racionalidade ao eleitorado e paz. “Votem tranqüilos. Exercitem a democracia. Ela é muito boa e só valorizamos quando não existe mais”, reforçou.

Votação com tranquilidade

A votação no segundo turno em São Luiz Gonzaga não teve registros de ocorrências ou problemas. As situações pontuais foram resolvidas pela equipe da Justiça Eleitoral. A chefe da 52ª Zona Eleitoral, Andrea Hugen, previa na primeira entrevista realizada no início da manhã, que tudo iria ocorrer dentro do previsto.

A juíza eleitoral Gabriela Dantas Bobsin percorreu as seções eleitorais pela manhã. “Está tudo dentro da normalidade”, destacou.  Ela advertiu situações de carros com propagandas de candidatos perto dos locais de votação, sob pena de serem removidos. “Pode configurar situação de boca de urna, o que é proibido”.

Autora: Amanda Lima

Fonte: Rádio Missioneira

 

 


Copyright 2018 ® - Todos os direitos reservados