Irmã Jandira completa 50 anos de vida religiosa e zelo pelas crianças

Compartilhe!

Diretora do Lar Escola de São Luiz Gonzaga realiza trabalho ímpar na vida de jovens órfãos ou em situação de vulnerabilidade

Na última semana, a irmã Jandira Farinella Scalcon, diretora do Lar Escola e importante personalidade da história de São Luiz Gonzaga, completou 50 anos de vida religiosa. Uma missa em ação de graças pelo cinquentenário da Consagração das Irmãs Franciscanas da Sagrada Família de Maria foi realizada na sexta-feira (16) na cidade de Curitiba (PR).

O Lar Escola, onde começou a atuar em 1982, Irmã Jandira acolhe e proporciona expectativas de um futuro melhor para os jovens órfãos ou em situação de vulnerabilidade social. O trabalho realizado na entidade sempre exigiu de Irmã Jandira muita dedicação, muita calma e amor.

Sempre apoiada na proteção divina, conseguia realizar com alegria as tarefas diárias exigidas nesta instituição que acolhe crianças e adolescentes carentes, em alto grau de vulnerabilidade social, dando a eles condições necessárias para que esses jovens pudessem se encaminhar, sendo cidadãos de bem, críticos e participantes na sociedade.

A HISTÓRIA

Irmã Jandira nasceu no dia 28 de setembro de 1952, em Paim Filho (RS). Ingressou na congregação aos 12 anos de idade, continuando seus estudos em uma escola particular das Irmãs da Sagrada Família, em Curitibanos (SC). Em 1969, fez o postulando na Província São Francisco de Assis em Erechim (RS). Nesse mesmo ano, no mês de julho, foi a Curitiba, na Província Menino Jesus, para fazer o noviciado durante dois anos. Em julho de 1971, professou os primeiros votos, retornando à Província São Francisco de Assis para realizar trabalho na catequese. Em 1975 fez a profissão perpétua.

Irmã Jandira também fez o curso de teologia pela PUC de Curitiba, Estudos Sociais e História na Universidade Federal de Passo Fundo. Prestou concurso para o Estado e começou a lecionar em Viadutos (RS), sempre buscando aperfeiçoamento através de cursos para melhor atender as necessidades dos educandos.

No ano de 1982, chegou ao Lar Escola em São Luiz Gonzaga, vindo da cidade de Viadutos para atuar na entidade auxiliando no atendimento dos meninos e meninas que moravam no internato oriundos de diversas cidades do Rio Grande do Sul, inclusive da Capital, encaminhados pelo Poder Judiciário. Ao mesmo tempo em que auxiliava no atendimento às crianças, também trabalhava como professora na escola estadual Polivalente.

Fonte: Rádio Missioneira | Com informações da Assessoria de Imprensa da Prefeitura de São Luiz Gonzaga