logo-nova

Rádio Online

Clique e confira

(55) 3352-4141

Fale conosco!

Rua Júlio de Castilhos 2236, Centro, São Luiz Gonzaga, RS

Inquérito aponta participação do pai na morte de Bernardo

Compartilhe!

O inquérito entregue pela Polícia Civil ao Ministério Público (MP) no final da manhã desta terça-feira sobre o caso Bernardo Boldrini aponta que o pai do garoto, Leandro Boldrini, teve participação no planejamento e ocultação do cadáver do menino. De acordo com as investigações comandadas pela delegada , Caroline Bamberg Machado, Leandro auxiliou na compra do remédio usado para matar o menino fornecendo a receita médica.

 

Leandro Boldrini, sua esposa, Graciele Uglini, e a amiga do casal e assistente social, Edelvânia Wirganovicz, foram indiciados por homicídio qualificado. O trio responderá também por ocultação de cadáver. As investigações em relação à participação do irmão de Edelvânia, Evandro Wirganovicz, preso em caráter provisório, seguem em andamento.

A prova principal apontada pelos policiais é o auto de necropsia. Análises toxicológicas comprovam presença da substância Midazolan no corpo de Bernardo. A Polícia Civil ainda apresenta como prova documental a aquisição dos meios materiais utilizados na prática do delito (nota fiscal e receituário), gravação de vídeo que captou imagens das autoras com a vítima no dia do fato, vídeo do descarte de objetos relacionados ao crime, intercepção telefônica indicando e o acerto entre os autores para inocentar Leandro Boldrini.

IMPORTANTE: Não autorizamos a reprodução de conteúdo em outros sites, portais ou em mídia impressa, salvo sob autorização expressa.