Iniciam as tratativas para tornar o HSLG referência regional em saúde da mulher

Compartilhe!

Municípios da região buscarão, junto ao SUS, o credenciamento de serviços de mamografia na casa de saúde

O Consórcio Intermunicipal de Saúde (Cois) da microrregião de São Luiz Gonzaga, formado por oito municípios, iniciará as tratativas para credenciar o Hospital São Luiz Gonzaga como referência regional no tratamento à saúde da mulher. A informação foi confirmada pelo prefeito Sidney Brondani, em entrevista ao programa Jornal da Manhã na Missioneira FM 94.9 nesta sexta-feira (18).

Atualmente, conforme Brondani, o Hospital São José, da cidade de Giruá, é a casa de saúde credenciada pelo SUS para ser a referência no tratamento da saúde da mulher em toda a região das Missões. Para que as pacientes não precisem ser deslocadas até o município, uma equipe do Hospital São José vinha até o Centro de Saúde de São Luiz Gonzaga é realizava o atendimento.

A instituição de saúde de Giruá passou a exigir um valor extra para o Consórcio Intermunicipal de Saúde para que os profissionais realizassem o procedimento. Em troca do pagamento, os prefeitos da região, em reunião nesta semana, decidiram optar pela compra de um novo mamógrafo, que ficaria à disposição do Hospital São José.

Conforme Brondani, a proposta não foi aceita pela instituição de saúde. Após a negativa, o Cois passará a lutar pelo credenciamento do Hospital São Luiz Gonzaga, junto ao SUS, para se tornar referência no tratamento da saúde da mulher. Um novo mamógrafo, no valor de R$ 900 mil, seria adquirido e ficaria à disposição do hospital. Segundo o prefeito, a documentação para isso já está sendo organizada e em breve, será enviada aos órgãos responsáveis.

ATEDIMENTO ODONTOLÓGICO

Sobre os recentes entraves relacionados ao atendimento odontológico oferecido pelo município, o prefeito Sidney Brondani salientou que o fato está ocorrendo em consequência a uma ação judicial do Conselho Regional de Odontologia que considera que a Prefeitura de São Luiz Gonzaga não estava pagando o piso salarial dos profissionais.

Segundo Brondani, a atual legislação não permite que novas alterações nesse sentido sejam realizadas até o final do ano, o que impede o trabalho dos odontólogos no município. O fato também ocorre em cidades vizinhas e o que a Prefeitura Municipal busca, no momento, é a contratação, através do Conselho Municipal de Saúde, de novos profissionais para atender a demanda.

OBRAS

Brondani finaliza a entrevista informando que realizará, na próxima semana, a assinatura do contrato com a empresa vencedora da licitação que executará a pavimentação de 12 quadras na cidade. Conforme o prefeito, no mais tardar em julho, as obras estarão em andamento.

Rádio Missioneira