Infestação do mosquito Aedes Aegypti registra aumento na maioria dos municípios da região - Rádio Missioneira - São Luiz Gonzaga - RS
55.99986.2313 (55) 3352-4141

PREVISÃO DO TEMPO

São Luiz Gonzaga
12 de março de 2019
55.99986.2313 (55) 3352-4141

Infestação do mosquito Aedes Aegypti registra aumento na maioria dos municípios da região

Coordenadoria Regional de Saúde divulgou os resultados do levantamento da maioria dos municípios da região (Foto: Rogerio Morais)
12 de março de 2019 l 15:49
Materia atualizada: 13/03/2019 l 08:32

Primeiro levantamento de 2019 indica alto risco de contaminação viral na maioria dos municípios da 12ª Coordenadoria regional de Saúde





Compartilhe!

A região das Missões segue com altos índices de infestação do mosquito Aedes Aegypti a Coordenadoria Regional de Saúde divulgou o resultado do primeiro levantamento de 2019 realizado na segunda quinzena de fevereiro. Os órgãos de combate a endemias dos municípios seguem alertando a população, pois o Levantamento de Índice Rápido  (LIRA) traz números preocupantes para a nossa região, são poucos os municípios que conseguiram reduzir a infestação em relação a 2018.

No levantamento divulgado em novembro o maior índice foi em Santo Antônio das Missões que registrava 6,8%, seguido de São Nicolau com 6,6%, no novo levantamento São Nicolau reduziu para 3,4% e Santo Antônio registra o índice de 8,4% e segue figurando entre os mais infestados da região.

Além de São Nicolau, somente dois municípios registraram redução, Pirapó passou de 1,1% para 0,6% e São Borja uma leve oscilação de 5% para 4,9%. Rolador segue estável com 1,1%.

Neste recente levantamento o município de Dezesseis de Novembro registra o maior índice com 11,4%, uma grande elevação em relação o registro de 2,1% de 2018. Há crescimento significativo também em Bossoroca, Salvador das Missões, Cerro Largo, Eugênio de Castro, Guarani Das Missões, Mato Queimado, Porto Xavier e Roque Gonzales. (confira as informações abaixo)

São Luiz Gonzaga apresentava 1% e agora registra 2%, e segue com baixo risco de transmissão de doenças relacionadas ao mosquito. O Ministério da saúde indica que até 01% o risco é baixo, até 3,9% é situação de alerta e acima disto é considerado alto o risco de contaminação viral por Aedes.

RESULTADO DO LIRAa DOS MUNICÍPIOS

Conforme 12ª CRS SANTO ÂNGELO

MUNICÍPIO NOV/DEZ 2018 FEV/MAR 2019
Bossoroca 2,6% 5,4%
Caibaté 1,2% 1,6%
Cerro Largo 1,4% 6,9%
Dezesseis de Novembro 2,1% 11,4%
Entre-Ijuís 0,4% *
Eugênio de Castro 04% 3,5%
Garruchos 4,3% *
Guarani das Missões 1,8% 6,4%
Mato Queimado 0,0% 4,2%
Pirapó 1,1% 0,6%
Porto Xavier 0,4% 3,9%
Rolador 1,1% 1,1%
Roque Gonzales 1,3% 3,4%
Salvador das Missões 3,8% 8,0%
Santo Ângelo 1,9% *
Santo Antônio das Missões 6,8% 8,4%
São Borja 5,0% 4,9%
São Luiz Gonzaga 1,0% 2,0%
São Miguel das Missões 3,4% 5,6%
São Nicolau 6,6% 3,4%
São Pedro do Butiá 1,5% 3,8%
Sete de Setembro 0,6% 3,7%
Ubiretama 0,3% 1,1%
Vitória das Missões 0,0% 0,5%

 *Entre-Ijuis, Garruchos, Santo Ângelo, até a conclusão da matéria não tinham seus dados informados.

 

Fonte: Rádio Missioneira


Copyright 2018 ® - Todos os direitos reservados