Índice de infestação do mosquito transmissor da dengue registra elevação em São Luiz Gonzaga - Rádio Missioneira - São Luiz Gonzaga - RS
55.99986.2313 (55) 3352-4141

PREVISÃO DO TEMPO

São Luiz Gonzaga
6 de março de 2019
55.99986.2313 (55) 3352-4141

Índice de infestação do mosquito transmissor da dengue registra elevação em São Luiz Gonzaga

Milton Fagundes, coordenador do setor de combate a endemias divulgou o Índice (Foto: Arquivo/Rádio Missioneira)
6 de março de 2019 l 15:39
Materia atualizada: 07/03/2019 l 09:29

O primeiro Levantamento de Índice Rápido do Aedes Aegypt (LIRA) de 2019 apresenta número superior ao último de 2018. Situação é permanentemente de alerta





Compartilhe!

Na manhã desta quarta-feira (06) o coordenador do setor de endemias da secretaria de Saúde de São Luiz Gonzaga Milton Fagundes falou ao programa Cidade Alerta e reforçou a necessidade da população se manter vigilante em relação ao mosquito Aedes Aegypti. Fagundes destacou a necessidade de eliminar os locais com água parada que possam servir de criadouro para o transmissor da dengue, zica vírus e febre chikungunya.

A 12ª Coordenadoria Regional de Saúde com sede em Santo Ângelo está realizando nos municípios o primeiro Levantamento de Índice Rápido do Aedes Aegypt (LIRA) de 2019 e segundo o coordenador de campo Elson Pedro Rezende da Silva o trabalho deve ser concluído na próxima semana.

Em São Luiz Gonzaga o resultado já é conhecido e apresenta uma leve alta em relação ao estudo realizado entre novembro e os primeiros dias de dezembro de 2018. O índice era de 1.0, considerado de baixo risco de contaminação, no entanto no recente levantamento feito entre os dias 18 e 22 de fevereiro o índice de infestação subiu para 2.0. Milton considera a situação de alerta.

Em toda a região estão sendo realizados trabalhos de combate ao mosquito, em Santo Antônio das Missões e São Borja foram registrados casos autóctones de dengue, no último LIRA de 2018 apresentavam 6.8 e 5.0 respectivamente.

Fagundes informou que estão sendo realizados trabalhos conjuntos com os municípios da região. O coordenador do setor de combate a endemias finalizou indicando o uso de repelentes especialmente nos horários da manhã e da tardinha. Foi disponibilizado também o telefone da secretaria municipal de Saúde para informações, é o número 55 3352 4020.

O coordenador de campo da regional Elson da Silva concederá uma entrevista à Rádio Missioneira na segunda-feira (11), na oportunidade fará a divulgação do índice de infestação nos municípios que já finalizaram seus levantamentos.

 

Fonte: Rádio Missioneira


Copyright 2018 ® - Todos os direitos reservados