Rádio Online

Clique e confira

(55) 3352-4141

Fale conosco!

Rua Júlio de Castilhos 2236, Centro, São Luiz Gonzaga, RS

“Fumacê” é aplicado em São Luiz Gonzaga para conter avanço da dengue

Compartilhe!

Nos últimos dias, mais sete casos de dengue foram confirmados em São Luiz Gonzaga, totalizando nove casos positivos desde o início do ano. Os casos confirmados são de pacientes moradores dos bairros Duque de Caxias, Centro, Raimundo Gomes Neto, Agrícola e Mário. Os pacientes não estão internados em unidade hospitalar.    

A equipe de combate a endemias executou o procedimento padrão nos quarteirões próximos aos locais em que os pacientes residem, sendo realizado o raio (uma vistoria mais específica pelos agentes) e também aplicado o “fumacê”, além de orientações aos moradores sobre medidas de prevenção. Entre os cuidados, não deixar água parada em pratinhos de plantas; evitar o acúmulo de água em calhas, pneus e ralos; manter caixas d’água fechadas; guardar garrafas com o gargalo para baixo; manter as piscinas tratadas adequadamente; entre outros. A equipe da 12ª Coordenadoria Regional de Saúde (CRS) também esteve no município realizando a aplicação do “fumacê”.   

O Setor de Vigilância Epidemiológica aguarda o resultado de nove exames enviados ao Laboratório Central de Saúde Pública do Rio Grande do Sul (Lacen/RS) de casos suspeitos de dengue. O setor também aguarda o prazo necessário para realizar a coleta de amostra para exames de outros três pacientes. A coleta deve ser realizada entre o sétimo e trigésimo dia a partir do surgimento dos sintomas.  

Nesta quinta-feira (7), na sede do Pelotão Ambiental ao lado do 14º BPM, às 11 horas, o Comitê Municipal de Combate à Dengue irá se reunir para discutir a situação do município e a adoção de mais medidas de prevenção e enfrentamento da doença.   

SINTOMAS E SINAIS DE ALERTA  

A Secretaria Municipal de Saúde (SEMSA) pede a população que fique atenta para os sintomas da dengue. Podem ser sinais da doença, febre com menos de 7 dias e pelo menos dois dos seguintes sintomas inespecíficos: dor de cabeça, dor muscular (mialgia) e dor nas articulações (artralgia), prostração (cansaço excessivo e exaustão), dor ao redor dos olhos, ausência de manifestações hemorrágicas espontâneas, entre outros. Em lactentes, também pode ocorrer sonolência, irritabilidade e choro persistente.         

Podem ser sinais de alerta para gravidade da doença, dor abdominal intensa e contínua; vômitos persistentes; hipotensão postural (rápida diminuição da pressão arterial que ocorre ao levantar-se da posição sentada ou deitada, resultado em sensação de tontura, desmaio e fraqueza) e/ou lipotimia (sensação de perda dos sentidos e da força muscular); sonolência e/ou irritabilidade; hepatomegalia dolorosa (aumento do fígado); hemorragias importantes; diminuição repentina de temperatura corpórea; desconforto respiratório; aumento repentino do hematócrio; e queda abrupta das plaquetas.  

Ao apresentar os sintomas de dengue, é importante ingerir bastante líquido, repouso, prestar atenção nos sinais de alerta e buscar atendimento médico.  

Fonte: Assessoria de Imprensa da Prefeitura de São Luiz Gonzaga com informações da SEMSA  

Foto: Divulgação / SEMSA  

IMPORTANTE: Não autorizamos a reprodução de conteúdo em outros sites, portais ou em mídia impressa, salvo sob autorização expressa.