Frigorífico Estrela deve começar a exportar para a China em breve

Compartilhe!
  • 863
    Shares

Passados todos os trâmites burocráticos envolvendo a liberação do Frigorífico Estrela para exportação de carne suína para a China, restam apenas alguns detalhes para a a empresa possa remeter parte de sua produção para o mercado asiático. Em participação no programa Jornal da Manhã desta quinta-feira (14), o prefeito Sidney Brondani (PP) falou a respeito dessa conquista para o Município.

Feliz com a informação, repassada a ele pelo senador Luiz Carlos Heinze (PP) e proprietário do frigorífico Vadão Gomes, Brondani disse que agora são necessários alguns ajustes na alimentação e alguns outros aspectos envolvendo o manejo dos suínos, segundo normas exigidas pelos chineses. O Prefeito acredita que, dentro de 45 ou, no máximo, 60 dias, o Frigorífico estará habilitado para exportar à China.

Evolução

Essa conquista representa o processo de evolução no Frigorífico desde que se iniciou o processo de recuperação encabeçado pela Estrela Alimentos, empresa paulista que arrendou a planta da Cotrijuí. Em janeiro foram abatidos 26.00 suínos. O rendimento observado já destaca a empresa e a torna atraente para futuras parcerias – segundo o entrevistado, há grupo de Garruchos interessado em investir para aumentar a produção.

Empregos

Brondani também se declarou satisfeito com o atual momento vivenciado por São Luiz Gonzaga na geração de empregos, com investimento de empresas do porte da Estrela Alimentos, Monpar (setor de construção), IG (linhas de transmissão de energia elétrica) e Hipertex (concreto). A geração de empregos, para Brondani, é algo fundamental para o desenvolvimento de um município e para as famílias que nele habitam.

Rádio Missioneira