Feriadão teve em São Luiz Gonzaga pelo menos cinco casos de mulheres agredidas por companheiros ou ex-companheiros - Rádio Missioneira - São Luiz Gonzaga - RS
55.99986.2313 (55) 3352-4141

PREVISÃO DO TEMPO

São Luiz Gonzaga
2 de janeiro de 2019
55.99986.2313 (55) 3352-4141

Feriadão teve em São Luiz Gonzaga pelo menos cinco casos de mulheres agredidas por companheiros ou ex-companheiros

2 de janeiro de 2019 l 10:46
Materia atualizada: 02/01/2019 l 10:46

Em um casos uma mulher grávida de seis meses foi agredida e abandonada na BR 285 perto de São Borja





Compartilhe!
  • 698
    Shares

O ano de 2018 terminou violento para pelo menos cinco mulheres de São Luiz Gonzaga e região. No Reveillon, foram registradas ocorrências de agressões e ameaças por companheiros ou ex-companheiros. A Brigada Militar atendeu os casos.

Em uma das ocorrências, uma mulher grávida de cinco meses foi agredida pelo namorado e pai da criança no carro e foi abandonada na BR 285, perto de São Borja. Ela conseguiu uma carona à beira da rodovia até São Luiz Gonzaga, onde registrou ocorrência.

Em São Luiz Gonzaga, a Brigada Militar foi acionada para atender uma invasão de um agressor na casa da vítima. Separados, o homem entrou na residência arrombando a porta dos fundos, quando a polícia foi chamada. O acusado foi levado à delegacia. Conforme a vítima, a separação ocorreu por conta das agressões, no entanto o homem não aceita o fim do relacionamento.

Em outro caso, no bairro Industrial, o homem bateu na namorada, de 19 anos. Ela ficou com lesões nas pernas, pescoço e braços. Ela pediu à polícia medidas protetivas.

Ainda em São Luiz Gonzaga, um homem agrediu a ex-esposa, de 28 anos, com quem teve relacionamento de seis anos, por estar inconformado com o fim da relação. O agressor, 42 anos, de também ameaçou os filhos, que fugiram da casa. A vítima pediu medidas protetivas.

No interior, na localidade de Limoeiro, o marido de uma mulher a agrediu em uma festa. A vítima teve ferimentos no corpo e foi socorrida pelo filho.  Ela foi impedida de entrar em casa para pegar os pertences. Na delegacia, solicitou à justiça medidas de proteção.

Autora: Amanda Lima

Fonte: Rádio Missioneira

 

 


Copyright 2018 ® - Todos os direitos reservados