Farsul reconhece importância de reforma tributária, mas aponta itens pesados para o agronegócio na proposta do Governador - Rádio Missioneira - São Luiz Gonzaga - RS
55.99986.2313 (55) 3352-4141

PREVISÃO DO TEMPO

São Luiz Gonzaga
20 de julho de 2020
55.99986.2313 (55) 3352-4141

Farsul reconhece importância de reforma tributária, mas aponta itens pesados para o agronegócio na proposta do Governador

Foto: divulgação internet
20 de julho de 2020 l 15:42
Materia atualizada: 20/07/2020 l 17:21




Compartilhe!

Na onda da reforma tributária pensada pelo governo federal, necessária para o Brasil como um todo, o Governo do Estado do Rio Grande do Sul também já formulou sua própria reforma, porém, os itens divulgados não agradam representações do agronegócio. Assessor da presidência do Sistema Farsul, Luis Fernando Cavalheiro Pires foi entrevistado no programa Jornal da Manhã desta segunda-feira e disse que o agro recebeu com preocupação a proposta de reforma no RS.

Segundo o entrevistado, os integrantes do Sistema Farsul têm toda a certeza de que uma reforma tributária é mais do que necessária, devido a toda a complexidade hoje existente. Porém, o governo do RS inseriu itens pesados para a atividade produtiva. Citou aumento na alíquota do óleo diesel, que subiria de 12% para 17%, fim da isenção de taxas a alguns produtos da agricultura familiar e criação de um fundo compensatório para a população mais carente, que seria abastecido, principalmente, com a criação de alíquota de 10% sobre benefícios fiscais a fertilizantes e defensivos agrícolas.

Com esses exemplos, Luis Fernando reforça o peso que essa proposta do governo traz para a categoria do agro, em um momento onde o setor, que já corresponde por mais de 45% do PIB gaúcho, mostra resultado mesmo em meio a uma pandemia mundial e fazendo isso com sustentabilidade. Visando ajustar essa reforma, que considera muito importante, a Farsul quer debater a mesma com o governador Eduardo Leite.

Ainda sobre a questão ambiental, Luis Fernando falou sobre reunião virtual da qual participou no domingo, com o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles. Preservação da Mata Atlântica, que cobre a metade norte do RS, entre muitos outros assuntos, foram pauta do encontro, que ressaltou, mais uma vez, a importância da preservação e o papel que o agronegócio vem exercendo nesta área, onde o Brasil vem sendo criticado em âmbito internacional, mas na verdade possui muitos exemplos positivos e o agro lidera essas boas iniciativas.

Rádio Missioneira


Copyright 2018 ® - Todos os direitos reservados