Emater/RS-Ascar realiza reunião virtual com Associação de Produtores de Leite de Santo Antônio das Missões

Compartilhe!

A Assistência Técnica e Extensão Rural e Social (Aters) prestada a pecuaristas e produtores de leite é uma atividade tradicional desenvolvida pela equipe municipal da Emater/RS-Ascar, parceira da Secretaria Estadual da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr), que orienta sobre temas como manejo de forrageiras, sanidade animal, acesso ao crédito rural, aspectos de bem-estar da família, bem como fomenta o associativismo de produtores. Para dar sequência às atividades coletivas, de reuniões entre grupos de produtores, uma nova estratégia foi adotada frente à pandemia da Covid-19: a realização de encontros virtuais, sendo que a primeira reunião nesta modalidade ocorreu na última terça-feira (07), com a participação de 23 pessoas.

Reuniram-se em videoconferência agricultores que desenvolvem a atividade leiteira no município e que recentemente formalizaram a Associação de Produtores de Leite de Santo Antônio das Missões. Inicialmente, o chefe do Escritório Municipal da Emater/RS-Ascar, André de Oliveira, deu as boas-vindas ao grupo e às parcerias, concedendo a palavra para manifestações. Entre os participantes estiveram o técnico da Coopatrigo e representante da CCGL, Paulo Paim, o representante da empresa Lactalis, Calisto Miguel Pauli, o secretário municipal de Desenvolvimento Rural e Meio Ambiente, Vagner Silva, o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais, Valdemari Belchor, o presidente da Associação de Produtores de Leite de Santo Antônio das Missões, Jorge Luiz Ávila dos Santos, e o tesoureiro estadual da Fetag, Agnaldo Barcelos.

Na oportunidade, o extensionista rural da Emater/RS-Ascar, Flavio Augusto Bonato, abordou o tema pandemia e sistemas produtivos. A importância de realizar a gestão e administrar as atividades em uma propriedade rural foi destacada pela extensionista social Marieli Bremm.

Na sequência, Oliveira relembrou a trajetória da formalização da Associação, bem como os passos para efetivar a Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP) jurídica. Vários agricultores também se manifestaram, destacando a situação das estradas de acesso às propriedades, a busca de recursos para aquisição de equipamentos de uso coletivo, oportunidades de acesso ao crédito, através do Fundo Estadual de Apoio ao Desenvolvimento dos Pequenos Estabelecimentos Rurais (Feaper), da Seapdr, e sugestões de assuntos técnicos para as próximas reuniões.

Ao final, foi avaliado o novo formato de realização da reunião, aprovado pelos participantes. Nos próximos dias deve ser agendada uma nova reunião com pauta voltada a assuntos técnicos.

Fonte: Deise A. Froelich – Assessoria de Imprensa da Emater/RS-Ascar – Regional Santa Rosa