Rádio Online

Clique e confira

(55) 3352-4141

Fale conosco!

Rua Júlio de Castilhos 2236, Centro, São Luiz Gonzaga, RS

Em meio a negociações com o Executivo municipários deverão escolher novo presidente do Sindicato

Compartilhe!

Em entrevista ao Jornal da Manhã nesta sexta (19) o presidente do Sindicato dos Municipários de São Luis Gonzaga Altamir Matos destacou a boa noticia aos aprovados no ultimo concurso público que estão apreensivos em relação ao adicional por insalubridade, referindo-se a criação de uma comissão de vereadores para discutir o problema com o Executivo Municipal. Disse que a comissão presidida pelo vereador Chiquinho Lourenço (PDT) tem a missão de solucionar o problema juntamente com o Sindicato e que já na segunda-feira, dia 22, está agendada uma reunião com o prefeito Sidney Brondani pra começar um trabalho em busca de uma solução que contemple o interesse dos servidores.

Afirmou que a proposta que será levada pelo sindicato considera o posicionamento do departamento jurídico do próprio sindicato, do Judiciario e até mesmo do departamento jurídico da prefeitura, que é simplesmente incluir os novos servidores no regime jurídico da categoria, na lei que garante o adicional por insalubridade.

Sobre a proximidade do índice máximo para contratação de pessoas, o qual está sujeita a administração pública ele argumenta queo  funcionalismo desde 2014 está pagando esta conta, ocorreram várias ações que diminuíram seus vencimentos e considera que está na hora do Executivo fazer a sua parte. Temos o conhecimento que o índice de gastos com pessoal está no seu limite, mas considerou que é hora do poder público cortar gastos, diminuir alguns cargos de confiança (CCs) que no seu entender passa muito rápido pelo serviço público, e ao contrário considera que o servidor efetivo dedica a sua vida ao serviço público e servindo a comunidade.

O tesoureiro Nilson Chaves destacou o processo que antecede as eleições e afirmou que no dia 17 foi lançado o edital das eleições e o prazo para inscrição de chapas é o dia 31 de outubro. A gestão será pelo próximo triênio, entre 12 de novembro de 2018 a 11 de novembro de 2021.

Questionado, afirmou que  gestão atual está montando uma chapa e irá concorrer a reeleição, ainda não é possível divulgar o nome de quem concorrerá ao cargo de presidente, pois o atual está impedido de concorrer ao cargo por força do estatuto.

Nilson lembrou que os novos concursados que na eleição anterior não puderam concorrer por estrem recentemente na atividade de servidor público ou por não ter o tempo necessário como sócio do sindicato poderão, poderão fazê-lo se desejarem neste pleito.

No dia da eleição serão duas urnas itinerantes que percorrerão secretarias e escolas haverá também uma urna fixa no sindicato.

 

Por Rogerio Morais