Em depoimento na Polícia Civil preso confessa autoria de homicídio - Rádio Missioneira - São Luiz Gonzaga - RS
55.99986.2313 (55) 3352-4141

PREVISÃO DO TEMPO

São Luiz Gonzaga
23 de agosto de 2019
55.99986.2313 (55) 3352-4141

Em depoimento na Polícia Civil preso confessa autoria de homicídio

FOTO: 27ª DPR
23 de agosto de 2019 l 23:20
Materia atualizada: 26/08/2019 l 08:07




Compartilhe!

A Polícia Civil, por atuação da Delegacia de Santo Antônio das Missões/27ª DPR de São Luiz Gonzaga, prendeu nesta sexta-feira (23), M. G. R., de 46 anos de idade, um dos autores do homicídio de Ivo Oscar Bratz.  O fato ocorreu no início da noite de quinta-feira (22), e segundo a versão do preso, a morte deu-se por volta das 20 horas, na casa da vítima.

Ele teria ido até tal local para tomar satisfações acerca de boatos que estaria ela propagando acerca de que os 10 Kg de maconha, apreendidos pela Polícia em Santo Antônio das Missões em 1º de agosto, teria participação dele, vez que estava escondida em uma propriedade situada na entrada da cidade e que seria sua. Levou uma outra pessoa para servir de testemunha do desagravo, mas, após a discussão descambar para um entrevero, houve a morte da vítima por sufocação, e em seguida, o corpo foi colocado no porta-malas do próprio carro de Ivo Oscar Bratz, e desovado no Rio Pessegueiro, que divide os municípios de Santo Antônio das Missões e Bossoroca e dista aproximadamente 1,5 Km do local do crime.

O cadáver foi localizado hoje pela manhã, e  imediatamente, a Equipe de Investigações da DP local, sob coordenação do Delegado Afonso Stangherlin, após requisitar as perícias que se fizeram necessárias, iniciou as diligências investigativas, e  no início da tarde da sexta-feira (23), chegou ao nome dos autor.

Representada pela decretação da prisão preventiva, a prisão ocorreu em ação conjunta com a Brigada Militar local. Após interrogatório, o preso confessou a autoria e motivo do crime, sendo em seguida, encaminhado ao Presídio Estadual de São Luiz Gonzaga, à disposição da Justiça Criminal. O inquérito policial deverá ser concluído e remetido ao Poder Judiciário dentro em 10 dias.

Fonte: 27ª DPR


Copyright 2018 ® - Todos os direitos reservados