Em 10 dias, região missioneira registra 50 mortes por covid

Compartilhe!

Nos últimos 10 dias, a 12ª Coordenadoria Regional de Saúde, composta por 24 municípios da região, contabilizou 50 mortes causadas por covid-19. A informação foi confirmada pelo coordenador Iury Sommer Zabolotsky, em entrevista ao programa Jornal da Manhã na Missioneira FM 94.9 nesta sexta-feira (12).

Além do alto número de óbitos para uma região relativamente pouco populosa, Iury ressalta que outro fator preocupante é a alta taxa de ocupação dos leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs). Segundo o coordenador, a região das Missões não possui mais leitos vagos disponíveis para pacientes com covid-19, restando apenas para aqueles que estão acometidos por outras doenças. “Tenho em meu celular diversas mensagens de pessoas solicitando leitos de UTI para familiares e isso mostra o drama que atingimos” comenta.

Iury frisa que o aumento de leitos hospitalares não é o suficiente, já que faltam profissionais de saúde e cilindros de oxigênio na região. “Isso que estamos vendo, não é em São Paulo e não é Itália, é nas Missões, e as pessoas parecem não perceber a gravidade da situação que atingimos”, alerta.

O coordenador considera que a única solução para o fim da pandemia é a vacinação. Sobre isso, informa que na manhã de quinta-feira (11), a 12ª Coordenadoria de Saúde recebeu 6.010 novas doses de vacinas contra a covid-19. A aeronave que trouxe os imunizantes da capital do Estado pousou no aeroporto de Santo Ângelo, de onde os municípios já realizaram o translado das doses.

As novas vacinas, ressalta Iury, serão destinadas a aplicação da 1ª dose em idosos com idade acima de 77 anos e também para alguns profissionais de saúde da linha de frente que não foram vacinados. “Nesta sexta-feira, a maioria dos municípios missioneiros já iniciam a imunização destes grupos”, informou o coordenador.

Iury finaliza destacando que seus recentes apelos feitos à comunidade regional e também autoridades da região são no sentido de alertar a sociedade da gravidade da situação pelo qual a 12ª Coordenadoria passa e que se medidas não forem tomadas e o aumento de caos permanecerem, o sistema de saúde das Missões deverá entrar em colapso nos próximos dias.

Rádio Missioneira