Rádio Online

Clique e confira

(55) 3352-4141

Fale conosco!

Rua Júlio de Castilhos 2236, Centro, São Luiz Gonzaga, RS

Eduardo Leite só terá apoio do PT se pagar funcionários e hospitais em dia

Compartilhe!

A bancada do PT no parlamento gaúcho colocou condições ao governador eleito, Eduardo Leite (PSDB), para votar favoravelmente ao aumento de ICMS no estado. Segundo o deputado Jeferson Fernandes, o tucano só terá o voto da bancada se ele se comprometer a pagar salários dos servidores em dia e que pague em dia os hospitais. As condições foram entregues por carta.

Em entrevista ao programa Jornal da Manhã de hoje, Fernandes explicou que a situação é delicada e o preocupa. Ele citou o parcelamento do salário do funcionalismo há 37 meses, o prejuízo aos cidadãos nos hospitais sem recursos, além dos valores do gás de cozinha. Conforme o petista, a população paga a conta do descaso.

Para o deputado, ao governo de José Ivo Sartori não teve competência para administrar o estado. Segundo Fernandes, não foi tomada outra medida para aumentar a arrecadação além do ICMS, em que o consumidor é o mais atingido.

O petista relatou que o governador foi avisado de ações que poderia ter realizado, como a pressão ao governo federal para uma reforma tributária e a Lei Kandir. “Não teve pulso firme e não buscou nosso apoio para fazer essa cobrança”, argumentou.

 A bancada, que tem 11 deputados e deputadas, ainda aguarda retorno de Leite sobre os pedidos da carta. Mesmo que aceite, o PT seguirá como oposição na assembleia. “Torcemos pelo Rio Grande e desejamos competência ao novo governador”, finalizou.

Por Amanda Lima

Fonte: Rádio Missioneira

IMPORTANTE: Não autorizamos a reprodução de conteúdo em outros sites, portais ou em mídia impressa, salvo sob autorização expressa.