"Dia D" leva discussões sobre Base Nacional Comum Curricular para as escolas - Rádio Missioneira - São Luiz Gonzaga - RS
55.99986.2313 (55) 3352-4141

PREVISÃO DO TEMPO

São Luiz Gonzaga
11 de abril de 2019
55.99986.2313 (55) 3352-4141

“Dia D” leva discussões sobre Base Nacional Comum Curricular para as escolas

Vitor Hugo Nascimento Coordenador da 32ª CRE
11 de abril de 2019 l 17:24
Materia atualizada: 12/04/2019 l 10:51




Compartilhe!

Nesta sexta-feira, 12 de abril, ocorre o “Dia D” nas escolas estaduais. A informação foi confirmada pelo coordenador da 32ª CRE, Vitor Hugo Nascimento, durante entrevista para a reportagem da Rádio Missioneira. Primeiro encontro, de um total de quatro, abordará o Referencial Curricular Gaúcho e a formação continuada de professores.

A data não é considerada como letiva e as escolas não receberão alunos na ocasião.

A atividade é parte do processo de implementação da Base Nacional Comum Curricular (BNCC) nas escolas das redes pública e privada do Rio Grande do Sul. Após a elaboração dos referenciais curriculares da Educação Infantil e do Ensino Fundamental nos estados em 2018, a ação promove o começo da discussão para a construção dos documentos curriculares nos municípios, no caso, os pertencentes a 32ª Coordenadoria Regional de Educação.

Vitor Hugo destacou que será na prática, um momento para debates e a organização das escolas, com o enfoque em construir uma nova proposta de currículo a partir da BNCC e o Referencial Curricular Gaúcho.

Durante a reportagem, foi perguntado sobre a questão da falta de professores e funcionários em algumas escolas, neste início de ano letivo. O coordenador citou que existem casos da falta de professores em diversas áreas, no entanto, lembrou que no início do ano, sempre é montado um quadro de distribuição de profissionais conforme as necessidades das escolas, mas, os pedidos de licenças, tratamento de saúde e aposentadorias tem sido uma constante, e com isso, são necessários novas reposições nestes setores.

Outro problema enfrentado nestas situações, é a demora no prazo para um novo contratado ingressar no Estado. A burocracia no processo envolvendo os encaminhamentos da documentação individual e exames médicos podem demorar entre 15 e 20 dias ou mais, e atrasando com isso, o preenchimento desta vaga.

Vitor Hugo finalizou citando que governo do RS abriu, desde o dia 9 de abril, as inscrições para o Qualifica RS, programa de seleção de lideranças para o setor público. Segundo ele, é a primeira vez que cargos são preenchidos dessa forma na administração estadual. Todo o processo consiste em sete etapas. As inscrições podem ser feitas pelo link qualificars.rs.gov.br até o dia 3 de maio.

Rádio Missioneira


Copyright 2018 ® - Todos os direitos reservados