Rádio Online

Clique e confira

(55) 3352-4141

Fale conosco!

Rua Júlio de Castilhos 2236, Centro, São Luiz Gonzaga, RS

Deputado Marlon Santos comenta sobre convite ao PDT para participar do novo governo

Compartilhe!

Em entrevista na manhã desta terça-feira ao Programa Jornal da Manhã o presidente da Assembleia Legislativa Marlon Santos falou sobre o convite que o governador eleito Eduardo Leite fez ao Partido Democrático Trabalhista (PDT) para compor a base do próximo governo. Marlon considera que não há como um governante não propor alianças e que os partidos considerados menos radicais são sempre procurados.

Ele avalia o PDT um partido que possui uma racionalidade e por isso está sempre nos planos dos governantes. Marlon chegou a afirmar que pode até parecer marionete, mas é pela elegância e diplomacia que os partidos são procurados para compor governos. Para o deputado, o que é necessário é avaliar como o novo governo está se apresenta e o que defende.

Santos não deixou de fazer críticas à forma com que o futuro governo trabalha neste período de transição. Marlon relacionou a eleição de Leite à aceitação de um novo projeto para o Estado. No entanto, o que se vê até o momento é uma continuidade do governo Sartori, disse o presidente do parlamento.

“O governador se elege com uma proposta, mas agora entra como continuidade do que está, aceitando proposta do governo federal para vender tudo em troca de negociação de dívidas, articulando a manutenção da alíquota de ICMS, da mesma forma de Sartori”, criticou. Ele complementou que é preciso uma reflexão e questionou se o eleitor escolheu esse modelo que está sendo apresentado agora depois das eleições, ou se a intenção das urnas foi por algo novo, diferente do governo Sartori.

Sobre o PDT, o deputado afirmou que o seu partido deve reconhecer que teve candidatura própria que não foi aprovada nas urnas. Para Santos, a ideologia do PSDB e PDT é como água e óleo, embora o seu partido esteja propondo uma mudança estruturante profunda, pois apresenta um modelo que considerou combalido. Marlon argumenta que é necessário avaliar se a nova postura do PDT se aproxima do que propõe o PSDB para o estado.

Situação da assembleia legislativa em relação à proposta de reposição salarial

Marlon, também falou sobre os projetos de leis para reposição salarial para alguns servidores.Afirmou que a Assembleia Legislativa fez caixa com venda de patrimônio e que uma reposição não afetaria o caixa, somente os juros dos recursos oriundos de vendas de elevadores velhos e outros itens de patrimônio, por exemplo, pagaria a reposição. Mas entende que o momento não é oportuno e por isso nada foi colocado em votação. Afirmou que as negociações continuam, mas as reposições são justas e por isso não descarta a possibilidade de ir à votação.

Por fim Marlon Santos comunicou que em breve estará sendo entregue aos municípios de São Luiz Gonzaga e Roque Gonzales as câmeras de vigilância com capacidade de armazenamento de até 06 meses, que havia se comprometido, sendo oito para cada município. As mesmas foram compradas com recursos próprios do Deputado, demonstrando que a região poderá contar com o seu apoio e a sua dedicação no próximo ano na Câmara Federal.

Autor: Rogério Morais

Fonte: Rádio Missioneira