Rádio Online

Clique e confira

(55) 3352-4141

Fale conosco!

Rua Júlio de Castilhos 2236, Centro, São Luiz Gonzaga, RS

Deputado Clair Kuhn investiga o aumento exorbitante no preço dos medicamentos durante a pandemia

Compartilhe!

Mais de 90 hospitais gaúchos já foram ouvidos. Em alguns casos, casas de saúde se endividaram para poder comprar medicamentos   

O deputado estadual Clair Kuhn (MDB), em entrevista ao programa Jornal da Manhã na Missioneira FM 94.9 nesta quinta-feira (16) salientou que a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investiga os aumentos exorbitantes nos preços de medicamentos e insumos usados no combate à pandemia de covid-19 terá agenda no Ministério da Saúde, em Brasília, hoje.

O deputado é vice-presidente da CPI é salientou que mais de 90 hospitais gaúchos já foram ouvidos. A quebra de sigilo de cerca de 550 mil notas fiscais foi executada, constatando aumento de preços que chegam a 5.000 %. Para o deputado, o aumento abusivo prejudicou em muito as casas de saúde durante os picos da pandemia e que os atos precisam ser esclarecidos.

CORSAN

Sobre o projeto de privatização da Companhia Rio-grandense de Saneamento (Corsan), Clair Kuhn informou que votou favorável à medida. Ressaltou que em sua percepção a estatal possui vários problemas no orçamento e que é superavitária apenas no papel, já que o investimento em melhorias à população deixava muito a desejar, além de que, em sua análise, a companhia cobra o metro cúbico de água mais caro do Brasil.

Clair Kuhn disse, também, ser favorável à retirada do pedido de urgência na análise do projeto, para que o parlamento gaúcho e os prefeitos possam estudar com mais calma uma alternativa viável para a regionalização da gestão da água e do saneamento. O deputado disse torcer para que o modelo de divisão por meio das bacias hidrográficas seja o escolhido, pois facilitaria na constatação das cidades que precisam de investimentos com mais urgência.

Rádio Missioneira