logo-nova

Rádio Online

Clique e confira

(55) 3352-4141

Fale conosco!

Rua Júlio de Castilhos 2236, Centro, São Luiz Gonzaga, RS

CPI do Hospital São Luiz Gonzaga inicia oitivas presenciais

Compartilhe!

Na oportunidade, foram ouvidos o interventor, o diretor clínico da instituição e o prefeito 

Na manhã desta sexta-feira (5) o plenário da Câmara Municipal de São Luiz Gonzaga recebeu a 3ª reunião da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) formada para averiguar a situação do Hospital São Luiz Gonzaga em virtude do falecimento da recém-nascida Isabella, ocorrido no dia 12 de março.

Na ocasião, foi dado início à oitiva de convidados pela CPI para dar esclarecimentos e fornecer informações sobre os procedimentos realizados no Hospital São Luiz Gonzaga. Os trabalhos da Comissão Parlamentar de Inquérito tiveram início às 8h e transcorreram durante toda a manhã.

A CPI é formada pela vereadora Ana Barros (PT) como presidente, vereadora Rose Grings (Progressistas) como vice-presidente, vereador Cláudio Pereira (PDT) como relator, e vereadores Misael Porto (PSD) e Valmir Silveira (MDB) como membros.

Na 3ª reunião da CPI, foram ouvidos o interventor do HSLG, Jeferson Gomes de Oliveira, o diretor clínico da instituição, Luís Grings, e o prefeito municipal Sidney Brondani. Ao longo da manhã, foram ouvidos separadamente cada um dos convidados, sendo feitos questionamentos por parte dos vereadores acerca de procedimentos realizados no hospital, as circunstâncias do atendimento realizado à mãe e à família da bebê Isabella, além de questões técnicas envolvendo tanto a gestão, como estrutura da casa de saúde.

Após os questionamentos realizados, como encaminhamentos da reunião desta sexta, a comissão decidiu que será dado continuidade nas oitivas quanto aos profissionais e gestores da rede de saúde do município, com as oitivas do Diretor Técnico do Hospital São Luiz Gonzaga e da Secretária Municipal de Saúde do município. A oitiva ocorrerá na 5ª reunião da CPI, que será realizada no dia 12 de abril, próxima sexta-feira.

Na próxima terça-feira (9), a Comissão Parlamentar de Inquérito realizará a sua 4ª reunião, oportunidade em que ouvirá o depoimento da mãe de Isabella e de seus familiares, com o intuito de obter as suas versões do fato ocorrido envolvendo o falecimento da recém-nascida no dia 12 de março.

Fonte: Emerson Scheis | Assessor de imprensa 

 

IMPORTANTE: Não autorizamos a reprodução de conteúdo em outros sites, portais ou em mídia impressa, salvo sob autorização expressa.