CPERS vai promover Assembleia Geral Extraordinária de forma virtual para discutir o reinício das aulas

Compartilhe!

Diante da insistência do governo do estado em abrir as escolas estaduais no dia 13 de outubro mesmo sem condições mínimas de segurança sanitária, o Conselho Geral do CPERS aprovou a realização de uma Assembleia Geral Extraordinária de Mobilização.

Contrário a qualquer retorno de atividades escolares presenciais no momento, o presidente do 33º Núcleo do Cpers de São Luiz Gonzaga, professor Joner Marchi Nascimento, participou do Programa Cidade Alerta desta terça-feira(29), onde afirmou que neste momento, isso representa um risco muito alto.Além da questão da saúde, faltam profissionais, estrutura física, treinamento, testes e segurança para os alunos.

Joner destacou que reiniciar as aulas presenciais neste momento, serve de interesse de grupos privados e contrariando o consenso científico e a opinião da própria comunidade escolar. Segundo pesquisa realizada pelo CPERS, mais de 80% dos pais afirmaram que não irão enviar os seus filhos, indiferente da idade escolar. Deu exemplo da experiência que aconteceu em diversos países nas últimas semanas, que comprovou um aumento nos registros do número de contágios após retomarem as aulas presenciais.

Para o presidente do 33º Núcleo do CPERS, esta será uma “Assembleia Geral de Mobilização” histórica, e a primeira a ocorrer em ambiente 100% digital, com segurança e distanciamento. Para participar, é necessário que o associado preencha um cadastro junto ao site www.cpers.com.br, onde também poderão obtidas maiores informações.

A Assembleia Geral começa às 16 horas (1ª chamada) do dia 8 de outubro(quinta-feira)A 2ª chamada será às 16h30min.

O professor Joner Marchi Nascimento finalizou a importância da mobilização em votar nesta “Assembleia virtual” que tem como chamada: “Vamos, juntos com a categoria, construir a resistência em defesa da vida. Não seremos cobaias. Escolas Fechadas, Vidas Preservadas!”

Rádio Missioneira