Coopatrigo inicia Programa Troca-Troca e venda de sementes de soja

Compartilhe!

A cooperativa está disponibilizando um portfólio bastante amplo de cultivares, as quais tiveram excelente desempenho à campo na última safra

Como acontece tradicionalmente após o encerramento de uma safra, a Coopatrigo iniciou nesta semana o troca-troca de sementes de soja para os associados que possuem grãos depositados na cooperativa e desejam trocar por sementes fiscalizadas e de qualidade para o próximo plantio.

O modelo de negócios vem, este ano, com algumas novidades e também terá um curto prazo de validade, com os associados podendo aderir somente até o dia 19 de junho. Além do tradicional troca-troca, o associado também vai poder adquirir a semente da Coopatrigo com pagamento a vista nos mesmos parâmetros do Troca-Troca, onde inclusive a cooperativa está fixando o preço da soja com um subsídio para o seu associado participativo. Na terceira opção, o associado participativo poderá adquirir a semente a prazo para pagamento em 30 de agosto.

O presidente da Coopatrigo Paulo Pires destaca que esta é uma grande oportunidade para o associado adquirir o principal insumo na formação da próxima lavoura e chama a atenção para as condições especiais que estão sendo colocadas no Programa Troca-Troca deste ano, proporcionando vantagens para o associado participativo que entregou a sua produção na cooperativa.

Segundo o engenheiro agrônomo Fábio Hauschild, responsável técnico pelo setor de sementes, a Coopatrigo está disponibilizando um portfólio bastante amplo de cultivares, as quais tiveram excelente desempenho à campo na última safra.

Entre os obtentores que a Coopatrigo tem parceria está a Neogen que é uma nova empresa de melhoramento genético de soja e que a cooperativa tem a exclusividade na multiplicação dos seus cultivares na sua região de abrangência. Além desse obtentor a Coopatrigo também disponibiliza sementes da Nidera, SoyTech, FTSementes, LG Sementes, Monsoy, Fundação Pró-Sementes, Brasmax, TMG, Don Mario, HO Genética, Integração Genética, Credenz, Syngenta, Corteva e Embrapa.

Fonte: Roberto Marques | Assessor de Comunicação Coopatrigo