Comunidade de Garruchos lança campanha “Sem asfalto, sem voto”

Compartilhe!

Medida é uma crítica da população às lideranças políticas do Rio Grande do Sul

Após conviverem anos com as dificuldades decorrentes da falta de acesso asfáltico e com as promessas políticas que nunca se efetivaram, a comunidade de Garruchos resolveu lançar a campanha “Sem asfalto, sem voto”, uma forma de criticar as autoridades políticas e tentar resolver o impasse da ERS 176, que até hoje não saiu do papel.

Conforme o produtor rural Vanderlei Santoni, em entrevista ao programa Jornal da Manhã na Missioneira FM 94.9, um dos garruchenses empenhando na campanha, a medida não é nada simpática, mas visa endurecer às críticas, sobretudo aos futuros candidatos à deputados estaduais e ao cargo de governador. Segundo Santoni, a comunidade está cansada de receber a visita da classe política apenas no período eleitoral.

“Estamos cansados das promessas e nada de efetividade. Se nenhum recurso for destinado para a melhoria da ERS 176, a população de Garruchos está cada vez mais decidida a aderir à campanha e votar em branco para deputado estadual e governador na eleição do ano que vem”, afirma Vanderlei Santoni.

O produtor rural considera que o governo estadual e líderes políticos não precisam destinar recursos para a pavimentação completa do trecho, mas que pelo menos alguns quilômetros sejam asfaltados. A ERS 176 possui 60 quilômetros de extensão e conforme Santoni é a alternativa mais viável para oportunizar uma ligação asfáltica entre a BR 285 e a zona urbana da cidade.

Para o representante do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Santo Antônio das Missões e Garruchos, Robeson Ossemer (popular Duda), a campanha “Sem asfalto, sem voto”, busca também renovar as esperanças da comunidade local na busca pelo sonho do acesso asfáltico.

“Acreditamos que cada cidadão deve fazer a sua parte, independentemente de partido político, pois é uma luta de todos”, conclui Duda.

Rádio Missioneira